Em apresentação, Elias diz ser a cara do Corinthians

Jogador afirmou que se considera um "maloqueiro" e rejeitou rótulo de líder do time comandado por Mano Menezes

iG Minas Gerais |

Volante volta ao clube onde se destacou e chegou à seleção brasileira
Reprodução Facebook Corinthians
Volante volta ao clube onde se destacou e chegou à seleção brasileira

Apresentado oficialmente como reforço do Corinthians nesta quinta-feira, Elias fez questão de destacar a sua forte ligação com o clube, que defendeu pela primeira vez entre 2008 e 2010 e pelo qual agora inicia uma nova passagem. "Eu sou cara, corpo e coração com o Corinthians. Eu sou maloqueiro", afirmou.  Conhecendo o clube, Elias sabe que chega pressionado, ainda mais após as declarações do técnico Mano Menezes de que o meio-campista será protagonista no seu time. "O Corinthians é muita pressão. Nem cheguei e já tenho que ser protagonista. Mas tenho confiança em mim e também no treinador. Se ele quer isso, vou fazer de tudo para retribuir", disse. Ao mesmo tempo, porém, Elias rejeitou assumir imediatamente o papel de líder dentro do elenco do Corinthians. "Liderança não se impõe, se adquire. E é isso que vou trabalhar para conquistar", comentou.  Como foi contratado depois do fechamento da janela de transferências internacionais junto ao Sporting, Elias só poderá fazer a sua estreia pelo Corinthians depois da disputa da Copa do Mundo, quando um novo período de inscrições será aberto.  Enquanto essa data não chega, Elias vai receber apenas 20% do seu salário. E ele declarou que nem pensou em dinheiro ao acertar o seu retorno ao Corinthians. "Cada escolha é uma renúncia. Eu escolhi ser feliz aqui no Corinthians. Estava muito infeliz lá no Sporting e agora posso voltar a ser feliz", afirmou.  No Corinthians, Elias trabalhará pela quarta vez com Mano, que o dirigiu anteriormente no clube do Parque São Jorge, no Flamengo e na seleção brasileira. Apesar da relação antiga com o treinador, o volante garante que ainda não se considera titular absoluto. "Saio um pouco nas frente dos outros por já conhecer o Mano, mas o dono da posição é o Guilherme e eu preciso trabalhar para conquistá-la", disse.  Na sua primeira passagem pelo Corinthians, Elias foi campeão da Série B, em 2008, e do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, no ano seguinte. Para o volante, o atual momento é de transição, mas isso não o impede de voltar a ser vencedor.  "O Corinthians passa por um momento de reconstrução e é difícil. O torcedor ficou mal acostumado porque foram muitas conquistas nos últimos anos. Vamos fazer de tudo para que o time volte a ser campeão", comentou.

Leia tudo sobre: EliasvolantefutebolCorinthiansreforçoapresentaçãovoltaTimãoParque São Jorge