Luis Fabiano festeja nova marca histórica no São Paulo

Com gols dessa quarta, camisa 9 são-paulino se tornou o terceiro maior goleador do clube, ao lado de Teixeirinha, com 189 gols

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Luis Fabiano tem 18 meses para marcar 53 gols. A missão é complicada, mas ele imagina que pode "incomodar" Serginho Chulapa na tentativa de se tornar o maior artilheiro da história do São Paulo. Ao deixar sua marca duas vezes diante do CSA, na quarta-feira, na vitória por 3 a 0 pela Copa do Brasil, o camisa 9 são-paulino se tornou o terceiro maior goleador do clube, ao lado de Teixeirinha, com 189 gols.

Ao anotar o terceiro gol do time na vitória sobre os alagoanos, no Morumbi, Luis Fabiano alcançou a marca de 11 gols em 16 partidas na temporada, com média de 0,68 gol por jogo. Mantendo o desempenho, ele precisaria de mais 77 partidas para chegar ao topo da artilharia do clube e desbancar Serginho, que fez 242 com a camisa do São Paulo.

"É difícil buscar o Serginho, mas tenho mais um ano e meio de contrato para tentar assustar o ‘negrão’ lá", disse o atacante, na saída do Morumbi, reconhecendo que tem a meta de se tornar o maior artilheiro da história do clube.

Se depender do técnico Muricy Ramalho e dos companheiros, Luis Fabiano pode sonhar em alcançar a meta. A prova é que o treinador já orientou seus meias e também o atacante Osvaldo sobre como a bola deve chegar nos pés do artilheiro. "O Luis Fabiano não é mais de grande explosão, precisa de assistência, por isso abro bem o Osvaldo", afirmou Muricy.

Agora com 189 gols, ao lado de Teixeirinha, Luis Fabiano ainda tem que ultrapassar Gino, com 233, antes de buscar a marca de Serginho. Além dos gols, o atacante também festejou na noite de quarta-feira a vitória, a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil e a boa atuação do São Paulo diante do CSA.

"Estou muito feliz pela vitória porque estamos no caminho certo e precisávamos dar uma resposta positiva. Claro, ainda não ganhamos nada, mas é bom poder sair de campo com o resultado positivo e satisfeito com a atuação do time", afirmou o artilheiro são-paulino, que também se isolou na artilharia do São Paulo na Copa do Brasil, com 23 gols em 23 partidas.

Leia tudo sobre: luis fabianofutebolmomentosao paulo