Henrique e J. Baptista recebem elogios de Marcelo Oliveira após jogo

Dupla de jogadores, antes reservas, tem entrado bem no time titular tanto em partidas do Mineiro quanto da Libertadores

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

A qualidade do elenco do Cruzeiro, a cada jogo, vai sendo comprovada dentro de campo. O volante Henrique, que entrou na vaga do suspenso Nilton, e o centroavante Júlio Baptista, que assumiu o comando do ataque com a instabilidade de Marcelo Moreno e com a lesão de Borges, têm agradado muito ao técnico Marcelo Oliveira.

O treinador, aliás, fez questão de ressaltar as grandes atuações que a dupla vem tendo nas últimas partidas, tanto pelo Campeonato Mineiro quanto pela Copa Libertadores da América. Nessa quarta-feira, os atletas novamente se destacaram em campo, mas desta vez na goleada por 3 a 0 sobre o Real Garcilaso-PER, no Mineirão, garantindo o time nas oitavas de final do torneio continental.

Sobre o volante, o comandante estrelado relembrou a importância da pré-temporada bem-feita pelo marcador. “O Henrique chegou ao Cruzeiro mal preparado fisicamente (no ano passado). Neste ano, ele entrou de forma diferente, fez uma pré-temporada bem-feita. Ele é uma pessoa extraordinária. Mesmo quando estava fora do banco, não ficou chateado e nem mudou no dia a dia de trabalho. Agora que entrou no time, ele está marcando mais, encurtando os espaços. Isso que a gente quer dos dois volantes, que marquem e que saiam para o jogo para a passagem dos laterais e dos três meias”, elogiou.

Já em relação ao camisa dez cruzeirense, Marcelo Oliveira ressaltou a evolução dele em campo e a sua experiência. “O Júlio Baptista foi bem contra o Botafogo (ano passado, quando fez dois gols), contra o América (em 2014) e nos jogos contra o Boa como centroavante. Ele se adapta bem nesta função porque não precisa desempenhar uma função defensiva (de marcação). O Júlio tem uma história extraordinária no futebol, tem experiência. Foi ótimo ele ter conseguido marcar esse gol e nos ajudar novamente”, declarou.

Leia tudo sobre: henriquejulio baptistaelogiadostecnicomarcelo oliveiraLibertadores