Jô prega atenção contra o Zamora para aumentar série invicta do Galo

Além disso, uma vitória no Horto dará ao Atlético o direito de jogar em casa a partida de volta das oitavas de final da Libertadores

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA e THIAGO PRATA |

Jô está ciente do caminho das pedras e revela confiança em vitória sobre o Nacional, do Paraguai
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Jô está ciente do caminho das pedras e revela confiança em vitória sobre o Nacional, do Paraguai

Um empate com o Zamora-VEN, na tarde desta quinta-feira, às 17h30, no Independência, é o suficiente para o Atlético terminar a fase de grupos da Libertadores na liderança da chave 4. Mas ninguém no Galo quer saber de outro resultado senão a vitória, que pode colocar o time entre os melhores primeiros lugares dentro dos oito grupos.

“O nosso time está classificado, mas não vamos deixar de lutar e manter o nível que estamos. Voltamos a jogar bem. No último fim de semana, fomos bem, com posse de bola e chances de gols”, afirmou o atacante Jô.

Se for o primeiro lugar da chave, o Galo ganhará o direito de jogar em casa a segunda partida das oitavas de final. Em cinco rodadas até agora, o Alvinegro conquistou nove pontos.

“Não temos que escolher adversário, mas queremos ficar em primeiro do grupo. Temos de pensar em vencer, pois estamos há 15 partidas sem perder. Ser o primeiro lugar do grupo é questão de honra”, disse o centroavante.

Para conquistar o objetivo, o Atlético precisa conter o ímpeto do Zamora, segundo colocado, com sete pontos, e que ainda briga pela classificação e também a liderança do grupo.

“Não existe adversário fácil ou bobo. São 11 contra 11, e o Zamora está mostrando que é uma equipe boa, difícil de ser batida. Jogamos lá (na Venezuela) e foi difícil. Eles vêm para querer complicar, e temos de estar concentrados”, ressaltou o avante.

Leia tudo sobre: jovitoriazamoragaloatleticoLibertadoresserieinvicta