Assaltantes sequestram taxista e conseguem furar dois cercos da PM

Um amigo do taxista, que estava no carro com ele, conseguiu se soltar depois que foi amarrado e preso no porta-malas e chamou a polícia

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Na noite dessa quarta-feira (9) um taxista foi vítima de um sequestro-relâmpago em Lagoa da Prata, na região Centro-Oeste do Estado. Os suspeitos conseguiram furar dois cercos da polícia em duas cidades diferentes até serem detidos em uma barreira da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-262. Um jovem foi preso e três adolescentes, apreendidos.

Segundo a Polícia Militar (PM) , um taxista de 55 anos estava com um amigo, de 47, no táxi, na rodoviária de Lagoa da Prata, quando foi chamado para fazer uma corrida. Três pessoas entraram no veículo, que seguiu em direção a Praia Municipal. Após isso, a PM recebeu um chamado dizendo que um homem pedia ajuda em uma casa perto da MG-107.

Ao chegarem ao local, o amigo do taxista contou que estava com ele em uma corrida para o bairro Marília, perto de um Canavial, quando descobriram que os passageiros, na verdade, eram assaltantes. Eles mostraram um revólver de calibre 38, anunciaram o assalto e pegaram o taxista e o amigo pelo pescoço, os obrigando a entrar no porta-malas. As vítimas tiveram as mãos amarradas com presilhas plásticas, mas em determinado momento do trajeto, o amigo do taxista conseguiu se soltar, abrir o porta-malas e pular do veículo sem que os suspeitos percebessem.

Ele chamou a polícia e deu as características do carro, um Fiat Sena prata. A PM acionou o cero nas cidades de Santo Antônio do Monte, Moema e Bom Despacho, e o veículo acabou sendo localizado, perto de um motel, onde o taxista foi abandonado. Ele, que ainda estava com as mãos amarradas, contou aos militares que os suspeitos o deixaram perto de um canavial, próximo dali.

Os suspeitos conseguiram furar o bloqueio da polícia em Moema e, depois, em Bom Despacho, onde também foi montado um cero no trevo da cidade. Em seguida, o carro continuou sendo perseguido pelos militares e acabou sendo detido na barreira da PRF na BR-262, altura do quilômetro 474.

No carro, estavam quatro suspeitos, e não apenas os três que embarcaram no táxi, o que levanta a suspeita de que o um deles foi pego durante o trajeto de acordo com o que já havia sido combinado com eles. Ou seja, o assalto pode ter sido premeditado. Foi detido um jovem de 19 anos e três adolescentes, um de 17 e dois de 16 anos. Um deles estava com certa quantidade de maconha e um rádio comunicador. No carro, foram apreendidos quatro celulares, sendo que três deles eram das vítimas, a carteira do taxista com o valor de R$ 287,00 e duas malas de roupas de um dos menores.

Eles disseram que estavam indo para Belo Horizonte. As vítimas foram levados ao hospital de pronto-socorro de Lagoa da Prata, já que ficaram feridas devido as agressões dos suspeitos. O grupo foi levado para a delegacia junto ao material apreendido. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave