Mulher é morta após fazer trabalho espiritual para assassino do filho

Segundo moradores da região, dona de casa não se conformava com a morte do jovem e queria se vingar

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma dona de casa de 46 anos foi executada com quatro tiros, no fim da noite dessa quarta-feira (9), no bairro Alto Vera Cruz, na região Leste de Belo Horizonte. A mulher pode ter sido vítima de vingança, uma vez que, segundo populares, há algum tempo ela estava fazendo um trabalho espiritual contra o homem que matou seu filho em janeiro de 2013.

De acordo com a Polícia Militar, Maria de Fátima Sousa estava na rua Itamirim quando dois suspeitos em uma motocicleta CB 300 de cor preta se aproximaram e o garupeiro, sem dizer nada, começou a atirar.

A vítima, que foi atingida três vezes na cabeça e uma na mão, morreu na hora. Após o homicídio, os bandidos fugiram pela contramão da avenida dos Andradas e não foram mais vistos. Moradores da região disseram aos militares do 22º Batalhão que Maria de Fátima não se conformava com a morte do filho.

A mulher sabia quem era o assassino e, como ele não foi preso, resolveu se vingar realizando o trabalho. Policiais fizeram rastreamento na região, mas nenhum suspeito do crime contra a dona de casa foi identificado ou localizado.

A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes (Ceflan) do bairro Floresta, na mesma região. 

Leia tudo sobre: alto vera cruztrabalho espiritualvingança