Gilberto Carvalho pede ‘cuidado com vazamentos parciais’

iG Minas Gerais |

Brasília. O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, recomendou “muito cuidado” com os “vazamentos parciais” sobre a relação do deputado federal licenciado André Vargas (PT-PR) com o doleiro Alberto Yousseff.

“Eu sou muito cuidadoso em relação a esse tipo de afirmação e de processos, não tem nenhuma prova, nada, o processo está começando agor,a e eu aconselharia todo mundo a ter muito cuidado com aquilo que aparece a partir de vazamentos parciais”, afirmou. “Eu não vou dizer se ele deve fazer isso ou aquilo”, sobre a possibilidade de renúncia. Suas declarações destoaram do tom adotado pelo ex-presidente Lula, que afirmou anteontem que Vargas “precisa dar explicações à sociedade”. “A gente está acostumado nessa história, acha que a corrupção tem que ser combatida duramente, mas ao mesmo tempo o direito sagrado de defesa é muito importante de todo cidadão”, disse Carvalho.

Os petistas argumentam que as provas são frágeis e podem até ser anuladas, já que foram obtidas ilegalmente na investigação. Vargas tem foro privilegiado, e as provas teriam que ter remetido ao STF.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave