Governo diz que repasse não garante o lucro

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli |

A assessoria de imprensa do governo de Minas informou que o repasse mensal à Minas Arena é “para reembolsar os custos arcados pela concessionária com a reforma e manutenção do Mineirão”, que custou R$ 677,5 milhões.

Ainda segundo a assessoria, isso não significa que o repasse visa garantir lucro mínimo da Minas Arena, como constava no texto da reportagem publicada na última segunda-feira.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa do governo de Minas, caso o Executivo tivesse executado a obra, e não a Minas Arena, os gastos com a reforma teriam sido R$ 100 milhões a mais.

A concessionária vai administrar o estádio pelos próximos 25 anos e o governo poderá ter que arcar, até o fim do período, caso os prejuízos da empresa se mantenham no ritmo atual, com o teto de R$ 677,5 milhões, valor da obra. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave