Torcedores ignoram proibição e tomam cerveja dentro do Mineirão

Cruzeirenses bebiam em um dos estacionamentos do Gigante da Pampulha, momentos antes da partida decisiva contra o Real Garcilaso

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES e BRUNO TRINDADE |

O Brasileiro é o rei do “jeitinho”, e para tudo o que é proibido, de uma forma ou de outra, há quem tente burlar o conjunto de regras. Na noite desta quarta-feira, no Mineirão, horas antes da partida decisiva entre Cruzeiro e Real Garcilaso (PER), pela Copa Libertadores, torcedores da Raposa não se importaram com a proibição de consumo de bebidas alcóolicas em estádios e, sem serem incomodados, tomavam tranquilamente uma cervejinha em um dos estacionamentos do Gigante da Pampulha. A reportagem acompanhou de perto a movimentação dos torcedores, que trouxeram cervejas de uma marca belga em uma caixa térmica “escondida” dentro do porta-malas de um veículo Toyota Corolla de cor prata. Enquanto cerca de oito torcedores conversavam, um senhor, sempre quando solicitado, entregava garrafas de bebidas para os cruzeirenses. Ao tomar conhecimento do caso, a Minas Arena acionou a segurança responsável. O ex-coronel da Polícia Militar, atualmente gestor responsável pelos serviços de segurança no Gigante da Pampulha, Sandro Teatini, foi ao encontro dos cervejeiros e solicitou que os mesmos guardassem as bebidas. Um dos torcedores chegou a brincar: “Nas oitavas de final a gente para de beber”, limitou-se a dizer.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposaLibertadorestorcidabebercervejamineirao