Como era o mundo quando a Itália faturou a Copa de 1934

Relembre fatos importantes do ano em que a Squadra Azzurra, sob as ameaças de Mussolini, faturou seu primeiro título mundial

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

10 de junho - Em Roma, a seleção italiana vence a Tchecoslováquia por 2 a 1 e fatura seu primeiro título mundial de futebol.
Fifa/Reprodução
10 de junho - Em Roma, a seleção italiana vence a Tchecoslováquia por 2 a 1 e fatura seu primeiro título mundial de futebol.

Em 1934, a seleção italiana faturou seu primeiro título mundial em um torneio marcado pela propaganda fascista do ditador italiano Benito Mussolini.  Para se ter ideia, a influência do político extrapolou o campo organizacional e ficou nítida até mesmo na escolha dos árbitros dos jogos em que a seleção italiana estava presente. Decisões absurdas eram tomadas a favor dos anfitriões gerando um anticlímax no evento.

Na grande final, a equipe da casa jogou na presença de mais de 50 mil torcedores. Com o estádio Olímpico de Roma tomado, Mussolini fez questão de mandar um recadinho para seus atletas - um bilhete com os dizeres "Vitória ou Morte". Quando a bola rolou, um frio na espinha tomou conta dos jogadores, entre eles o craque Giuseppe Meazza e o atacante Schiavio.

Com um gol de Puc, a Tchecoslováquia abriu o placar aos 31 minutos do 2º tempo. Mas cinco minutos depois, a esperança voltou. Orsi deixou tudo igual em Roma. Agora era caso de vida ou morte. A tensão aumentou e foi só na prorrogação que a esperança italiana se transformou em vida. Schiavio 6 da primeira etapa do tempo extra, desempatou a partida, e a Itália segurou a vitória até o fim.