Bayern de Munique sofre, mas elimina Manchester na Liga

Bávaros miram a tríplice coroa pelo segundo ano consecutivo, já que assegurou o título alemão e também está na semifinal da Copa da Alemanha

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Bayern de Munique sofreu nesta quarta-feira, mas conseguiu confirmar o favoritismo sobre o Manchester United e garantiu seu lugar nas semifinais da Liga dos Campeões. Diante de sua torcida no Allianz Arena, o atual campeão venceu o rival inglês de virada, por 3 a 1, e manteve o sonho do bicampeonato europeu e da nova tríplice coroa.

Com o resultado, o Bayern fechou o confronto com o placar agregado de 4 a 2, em razão do empate em 1 a 1 no jogo de ida, no Old Trafford. Agora, a equipe do técnico Josep Guardiola aguarda o sorteio de sexta para conhecer seu próximo rival na principal competição europeia. O Bayern mira a tríplice coroa pelo segundo ano consecutivo, já que assegurou o título alemão e também está na semifinal da Copa da Alemanha.

Em uma Allianz Arena praticamente lotada - só estava vazio pequeno trecho da arquibancada em punição por ato discriminatório da torcida alemã no duelo contra o Arsenal, nas oitavas -, o Bayern impôs seu estilo dominador desde o início da partida. Com intensas trocas de passe e forte compactação, empurrou o Manchester para a defesa e criou chances de gol, porém sem empolgar a torcida.

Sem converter o domínio em gols, o Bayern levou um susto no segundo tempo, em uma das raras investidas do time inglês no jogo. Aos 12 minutos, Evra acertou lindo chute da esquerda e marcou um golaço, sem chances para o goleiro Neuer.

A resposta dos anfitriões, do zagueiro brasileiro Dante, foi imediata. Dois minutos depois, Mario Mandzukic cabeceou para as redes, completando cruzamento da esquerda. A virada veio aos 21. Robben investiu pelo lado direito, chutou forte e rasteiro e Thomas Müller fez o desvio para o gol.

Embalado, o Bayern cresceu em campo na parte final do duelo e anotou o terceiro aos 30 minutos. O mesmo Robben fez fila na entrada da área e bateu de canhota no canto direito do goleiro De Gea, sacramentando a vitória e a classificação dos alemães, acompanhada até pelo técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, pelo coordenador técnico, Carlos Alberto Parreira e pelo auxiliar Flávio Murtosa.

Em giro pela Europa, o trio da seleção pôde acompanhar de perto as atuações de Dante, titular nesta quarta, e o lateral Rafinha, que entrou em campo somente aos 19 minutos da etapa final.