Empresária traz a Belo Horizonte produto para cachos

Considerada uma das mulheres mais poderosas do país, Zica Assis inaugura unidade de seu instituto nesta quarta-feira, com expectativa de atender 10 mil mulheres por mês

iG Minas Gerais | Aline Gonçalves |

Para chegar até a fórmula ideal, Zica quase ficou careca
IBN/Divulgação
Para chegar até a fórmula ideal, Zica quase ficou careca

Fios cacheados estão na moda mais do que nunca. Letícia Sabatella, Débora Nascimento, Taís Araújo são algumas das beldades que desfilam os cabelos mais naturais. E é em meio a esse processo de valorização que será inaugurado em Belo Horizonte, nesta quarta-feira (9), a primeira unidade do Instituto Beleza Natural, um dos principais centros do país especializados em cabelo cacheado e crespo.

O projeto de focar apenas esse tipo de fio surgiu há 20 anos, da ideia de uma carioca que não queria se submeter ao alisamento. “Até fiz, porque muitas patroas me rejeitavam”, conta a empresária Heloísa Assis, a Zica. Hoje, a ex-doméstica e babá é apontada pela revista “Forbes” como um das dez mulheres de negócios mais poderosas do Brasil. Para chegar a esse patamar, ela teve que trabalhar muito. Quando tinha 20 anos, Zica fez o primeiro curso e percebeu que o mercado ainda não estava interessado no cabelo cacheado. A empresária fez contato com fornecedores e decidiu, por conta própria, criar algo que deixasse o cabelo macio e com balanço, sem perder as características naturais. “Na bacia, com colher de pau, passei a testar fórmulas”, recorda. Foram tantas tentativas em uma década que acabaram por deixá-la quase careca. “Meu cabelo caía. Quando meu marido se encheu, eu comecei a aplicar no meu irmão Rogério, mas o tempo passou, ele arrumou emprego e eu segui minha vida”, diz. Sucesso Foi quase inesperadamente que o esperado aconteceu. Um dia, em 1993, entre uma faxina e o cuidado dos três filhos, Zica ouviu de uma prima o elogio que mais aguardava. “Como seu cabelo está lindo. O que você fez? Quero isso pra mim'. Fiquei louca de alegria”, relembra. Uma ex-patroa deu a dica: não dava para passar o produto nas clientes sem que ele tivesse registro. A primeira clínica não quis produzir o Super-Relaxante, nome que ela deu à descoberta. Mas a segunda refinou a fórmula e deu os caminhos para que ela a patenteasse. Ao lado do irmão Rogério, da amiga Leila Velez, e do marido, Zica fundou o Instituto. “Desenvolvemos a técnica de aplicação, treinamos quatro pessoas e começamos em uma casinha, no fundo de um quintal. Abríamos às 8h e, às 5h, já tinha fila”, revela. Ordem de chegada e preço fixo O Instituto Beleza Natural de BH vai funcionar com a mesma dinâmica das demais 19 unidades - que, juntas, atendem cerca de 100 mil pessoas por mês. Assim, a preferência é por ordem de chegada: a cliente retira senha, aguarda e é atendida por sete profissionais diferentes (como em uma linha de produção industrial, cada uma faz apenas uma parte). A aplicação do Super Relaxante custa R$ 80, e o preço não varia de acordo com o tamanho do cabelo. “Quem preferir, pode fazer reserva de horário, mas pagará R$ 20 a mais”, explica a empresária Heloísa Assis. Em Minas, o Instituto teve investimento de R$ 2,5 milhões e espera atender mensalmente aproximadamente 10 mil mulheres.

A unidade do Instituto Beleza Natural será aberta no Shopping Estação BH (av.Cristiano Machado, 11.833, Venda Nova; tel.: 0800-7044446).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave