Grupo invade ônibus Conexão Aeroporto e manda motorista 'despistar' PM

Assaltantes sabiam que militares faziam blitz na MG-010 e, por isso ordenaram que condutor não passasse pela rodovia; nenhum suspeito foi identificado ou localizado

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Veículo saiu da rodoviária, no centro de BH
Divulgação
Veículo saiu da rodoviária, no centro de BH

Após uma série de assaltos nos últimos meses, bandidos voltaram a agir e, mais uma vez, invadiram  um ônibus que levava passageiros para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. O caso aconteceu na última sexta-feira (4) e, para não ser presa, a quadrilha ordenou que o motorista do veículo passasse por um outro caminho para que não fosse abordado na blitz realizada pela Polícia Militar na MG-010.

O condutor da empresa Unir, responsável pelo serviço, contou à corporação que os cinco bandidos aproveitaram que o ônibus parou em um ponto em frente ao Hospital Risoleta Tolentino Neves, no bairro Vila Clóris, e invadiram o veículo.

Um dos suspeitos apontou uma arma para o motorista enquanto o resto do bando abordava os passageiros. Muito agressivos, segundo as vítimas, os homens fizeram ameaças de morte e começara a recolher os pertences das pessoas.

Foram recolhidos vários celulares, iPhones, Smartphones, relógios, camisas, bermudas, sapatos, livros, cartões de crédito, documentos pessoais e R$ 800 em dinheiro.  Ainda segundo a polícia, os ladrões sabiam que a corporação realiza blitz constantemente na rodovia. Os bandidos desceram no bairro  AlphaVille e não foram mais vistos.

Segundo o  gestor comercial da Unir, Murilo Sérgio, nenhuma das vítimas ficou ferida. “Com as blitze  da polícia, os assaltos aos ônibus da empresa diminuíram, mas, nessa sexta, eles voltaram a agir”, disse.

Militares realizaram rastreamento na região, mas nenhum suspeito foi identificado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave