Exército não revida ataques de criminosos

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. Tropas das Forças Armadas foram atacadas por criminosos em pelo menos cinco pontos no Complexo da Maré, na zona Norte do Rio, entre a noite de segunda-feira, 7, e a madrugada de ontem.

Os militares do Exército e da Marinha patrulham 15 favelas da região desde sábado, quando substituíram a Polícia Militar. Em três locais, os tiros foram disparados por ocupantes de um Corolla preto em direção a pontos de mototaxistas nas imediações das favelas Vila dos Pinheiros, Conjunto Esperança e Vila do João. As três comunidades são dominadas por traficantes do Terceiro Comando Puro (TCP). A poucos metros dos pontos dos mototáxis atacados, havia barreiras montadas pelos militares, que não revidaram os tiros. Ontem de manhã, mototaxistas que trabalham no local disseram que os atiradores seriam do vizinho Complexo do Caju, ligados à facção Amigos dos Amigos (ADA).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave