Aneel nega mais reajuste de 2 dígitos

iG Minas Gerais |

Brasília. Apesar dos reajustes anuais significativos nas tarifas de três companhias aprovados na segunda-feira, o diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, disse nesta terça-feira que o órgão não confirma a existência de uma tendência de aumentos de dois dígitos na contas de luz para as demais. A Cemig teve um reajuste médio de 14,76%, a CPFL de 17,23% e a Cemat de 11,89%, enquanto a projeção do Banco Central para a alta dos preços da eletricidade em 2014 é de 9,5%. A Aneel ainda definirá reajustes de mais 47 empresas neste ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave