Pistas exclusivas serão restritas

iG Minas Gerais |

Assim como o da capital, o Move Metropolitano vai esbarrar em trajetos fora das pistas exclusivas. Tirando as avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos, Pedro I, Paraná e Santos Dumont, os ônibus do sistema vão circular em faixas mistas.

A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) informou que estuda formas de melhorar o desempenho dos ônibus nesses trechos, por meio de obras viárias e faixas preferenciais. “Na avenida Brasília (em Santa Luzia), por exemplo, estamos propondo tratamentos, como vias preferenciais e até a necessidade de uma estação”, declarou o subsecretário de Regulação de Transportes da Setop, Diogo Prosdocimi.

Ele ameniza o problema, no entanto, afirmando que onde há grandes congestionamentos haverá corredores exclusivos. “A dificuldade não é chegar até a Estação Vilarinho, mas é ir da Vilarinho para o centro”, completou o subsecretário.

Novidades. De acordo com a Setop, quando o sistema estiver todo implantado, serão 14 linhas troncais, sendo dez para a área central e quatro para a área hospitalar. Haverá linhas circulando também pelas avenidas Civilização (Ribeirão das Neves), Vilarinho (Venda Nova) e Brasília, além da rua Padre Pedro Pinto (Venda Nova) e da rodovia MG–010.

A Setop adiantou também que algumas linhas terão como destino a alameda da Serra, em Nova Lima. As datas de inauguração das linhas, no entanto, não foram informadas. Outra expectativa é aumentar em 364% o número de linhas alimentadoras após o Move, passando de 39 linhas para 181. (LC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave