Muricy pede São Paulo com atitude mais agressiva diante do CSA

Técnico ganha um reforço de peso para tentar mudar a cara da equipe: Alexandre Pato finalmente pode entrar em campo e será titular ao lado de Luis Fabiano

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Muricy quer recuperar o time visando o duelo com a Universidad Católica, na quinta, pela Sul-americana
Rubens Chiri/São Paulo
Muricy quer recuperar o time visando o duelo com a Universidad Católica, na quinta, pela Sul-americana

A fraca exibição do São Paulo na eliminação para o Penapolense no Campeonato Paulista passou pela incapacidade de a equipe conseguir construir boas jogadas e oferecer perigo ao adversário. É justamente a mudança de atitude dos comandados que Muricy Ramalho quer mudar na partida contra o CSA nesta quarta, no Morumbi.

Apesar de ter a vantagem de 1 a 0 construída no duelo de ida válido pela primeira fase da Copa do Brasil, o treinador espera um time mais ligado para criar boas oportunidades e apagar a má impressão deixada na eliminação no Estadual.

"Tem que ser um time mais agressivo. Não sofremos contra o Penapolense mas não fizemos nada para ganhar, a verdade é essa. Era nossa obrigação fazer o goleiro deles trabalhar, que seja mais agressivo e tenha chances de gol", disse o treinador.

O técnico ganha um reforço de peso para tentar mudar a cara da equipe: Alexandre Pato finalmente pode entrar em campo e será titular ao lado de Luis Fabiano. A entrada do atacante muda a forma do time jogar; Ganso deixa a faixa central do campo e foi testado pelo lado direito. Segundo o técnico, é lá que o meia se sente mais à vontade para jogar.

"Ele gosta de jogar pelo lado direito mesmo sendo canhoto, independente do esquema. Terá toda a liberdade para se mexer e não pode jogar pelo lado porque não tem nem velocidade para isso", disse.