Catania demite mesmo técnico pela 2ª vez na temporada

O Catânia conquistou 20 pontos em 32 rodadas e está a sete pontos do Bologna, primeira equipe fora da zona de rebaixamento

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Lanterna do Campeonato Italiano e praticamente rebaixado para a segunda divisão, o Catania joga suas últimas cartas para tentar se manter na elite e, para isso, anunciou neste domingo uma nova troca de treinadores. Momentos após a derrota de 2 a 1 para o Torino, em casa, a diretoria do clube demitiu o técnico Rolando Maran e acertou com Maurizo Pellegrino.

Esta, no entanto, não foi a primeira vez que Maran foi demitido pelo Catânia nesta temporada. O treinador liderou o clube à oitava colocação do último Campeonato Italiano, seu melhor resultado na história, mas acabou demitido no início da atual edição depois de conseguir apenas uma vitória nas primeiras oito partidas.

Com a manutenção da má fase, a diretoria voltou a apostar em Maran três meses depois, quando demitiu Luigi De Canio, mas os bons momentos da temporada anterior não foram revividos. Em 13 partidas no comando do Catania neste retorno, Rolando Maran conquistou apenas sete pontos, sendo somente um nos últimos oito jogos.

O Catânia conquistou apenas 20 pontos em 32 rodadas até o momento e está a sete pontos do Bologna, primeira equipe fora da zona de rebaixamento, a seis rodadas para o fim do campeonato. Maurizio Pellegrino já comandou a equipe, quando ela estava na terceira divisão, e chega após um período treinando as categorias de base.

CAGLIARI - Outro clube que anunciou uma troca de treinadores neste domingo foi o Cagliari. Momentos após a derrota para a Roma por 3 a 1, em casa, os dirigentes confirmaram a saída de Diego Lopez. Para o seu lugar foi contratado Ivo Pulga. O Cagliari é apenas o 15.º colocado, com 32 pontos, e venceu somente três vezes em 2014.

Leia tudo sobre: cataniafutebol italiano