Hamilton diz que usou toda a sua habilidade para vencer

Pilotos da Mercedes travaram um embate particular no GP do Bahrein, neste domingo; inglês valorizou sua vitória

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Inglês Louis Hamilton venceu pela segunda vez um Grande Prêmio na temporada 2014 da Fórmula 1
DIVULGAÇÃO/MERCEDES
Inglês Louis Hamilton venceu pela segunda vez um Grande Prêmio na temporada 2014 da Fórmula 1

Além do ocuparem os lugares mais altos do pódio no GP do Bahrein de Fórmula 1, neste domingo, os pilotos da Mercedes - Lewis Hamilton e Nico Rosberg - fizeram um duelo à parte e travavam intensa luta pela vitória, que acabou ficando com o inglês. Depois, ele reconheceu que a tarefa de vencer o companheiro de equipe não foi simples e disse que "teve que recorrer a todas as suas habilidades de piloto adquiridas nos últimos dez anos". "Esse é um dos melhores sentimentos do mundo", afirmou.

Logo na largada, Hamilton ultrapassou o pole position Rosberg para assumir a liderança da prova. Durante toda a corrida, a luta pela ponta foi acirrada. A partir da 51ª volta, o alemão, com pneus em melhores condições, passou a pressionar o inglês, que conseguiu sustentar a liderança para vencer o GP do Bahrein. "Tinham momentos em que ele estava no meu ponto cego e não sabia onde", disse o vencedor.

Hamilton afirmou ainda que a briga na pista com o companheiro neste domingo foi uma das situações mais difíceis de sua carreira e reconheceu que ainda precisa melhorar. "Ganhar é sempre bom e te faz feliz, mas, no fundo, não tive o melhor ritmo. Temos que investigar a causa. Nico fez melhor e eu preciso melhorar", disse o piloto inglês.

Ainda líder do campeonato, com 11 pontos de vantagem sobre Hamilton (61 a 50), Rosberg revelou que não recebeu nenhuma ordem da equipe para deixar o companheiro vencer e que os dois estavam "livres para lutar pela corrida". "Eu sei que todos pensam sobre a possibilidade de que havia ordens de equipe, mas não teve", garantiu.

Segundo o piloto alemão, os dois sempre foram inteiramente livres para disputar posições nas corridas. "Nunca houve risco de isso ser deixado de fora da corrida, embora, talvez, pela TV, não pareça", contou Rosberg. Segundo ele, Hamilton fez "um ótimo trabalho". "Ele é um grande piloto, da próxima vez eu é que tenho que fazer melhor", completou.

Leia tudo sobre: hamiltonfórmula 1Gp do Bahrein