Dieta faz 80% do resultado

iG Minas Gerais |

No processo de colocar o corpo em dia para o verão, o cuidado com a alimentação deve estar sempre presente. “A dieta é 80% do resultado. A pessoa pode malhar todos os dias, mas se ela não se alimentar direito, os resultados não vão aparecer”, afirma a nutricionista funcional Caroline Lameirinhas.

Agora também é a melhor hora de começar a reeducação alimentar e promover as alterações desejadas no corpo da forma correta. “Quando a pessoa emagrece de forma desesperada, perde muito mais músculos do que gordura, e acaba ficando com mais celulite e flacidez”, alerta.

Para definir os objetivos – quantos quilos perder, como alterar as medidas, qual dieta seguir – o melhor caminho é consultar um especialista. Porém, algumas dicas podem ser seguidas por todos na busca pela saúde e pelo “corpo de verão”.

“O peso ideal não existe”, dispara Caroline. Segundo ela, há pessoas muito pesadas, mas com muitos músculos. Outras são leves, mas têm gordura demais no organismo. Assim, é mais importante preocupar-se com o percentual de gordura no corpo. “Uma medida que podemos adotar é a da circunferência abdominal. Ela deve ser inferior a 80 cm para as mulheres e 90 cm para os homens”.

Regras. Hidratar-se bem e fracionar as refeições são regras de ouro para quem quer ficar bem em todas as estações do ano. Comer de três em três horas dá uma forcinha para eliminar as calorias. “Isso ativa hormônios para ganhar músculos e queimar gorduras”, ensina Caroline.

Cuidar do sono também emagrece, além de deixar a pele mais bonita. “Os hormônios liberados no sono são fundamentais para deixar o metabolismo ativo”, revela a nutricionista.

Água. Mas, para quem quer queimar umas calorias a mais, uma boa dica é tomar água gelada. “Há pesquisas de universidades inglesas que apontam que a cada copo de água gelada que se toma, queimam-se 200 calorias, pois o corpo deve trabalhar para aquecer essa água antes de absorvê-la”, revela o ortoterapeuta Roberto Figueiredo.

A água é uma boa aliada para vencer a vontade de comer provocada por ansiedade. “Quando você tiver o ímpeto de comer alguma coisa, deve parar e se perguntar se é fome. Se não for, você pode ‘enganar’ o seu subconsciente com muito líquido”, ensina Figueiredo. Nesses casos, ele recomenda que a pessoa beba pelo menos três copos de água – pura ou aromatizada –, chás ou outros líquidos sem calorias.

A hidratação, bem como a restrição do consumo de sódio, são importantes para evitar os inchaços, que dão a falsa sensação de gordura. (RS)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave