Homenagens e novidades marcam data da despedida

iG Minas Gerais | Lucas Buzatti
Especial para o tempo
|


Lançamentos e descobertas relembram a vida do líder do Nirvana
ROBERT SORBO
Lançamentos e descobertas relembram a vida do líder do Nirvana

A cada ano, quando a data da morte de Kurt Cobain se aproxima, surgem novidades sobre o ídolo grunge. “Todo ano aparece uma coisa nova. No mês passado, por exemplo, foram as fotos inéditas da casa onde ele morreu”, lembra a jornalista Cínthia Demaria, sobre a descoberta de um investigador da polícia de Seattle, que encontrou imagens da cena da morte de Kurt Cobain. As fotos divulgadas mostram pertences como óculos, chapéu, isqueiro e uma caixa com colher e seringas. A polícia afirmou que as imagens não apresentam nada “chocante” e que não há reviravoltas no caso.

Também em março, um grupo de fãs lançou campanha na internet para transformar em museu a casa onde Cobain passou a infância em Aberdeen. O objetivo é arrecadar, por meio de financiamento coletivo, US$ 700 mil para comprar o imóvel, colocado à venda em 2013 pela mãe do músico. A cidade natal de Cobain já havia ganhado os noticiários no dia 20 de fevereiro (data em que o ídolo faria 47 anos), quando, na primeira edição do “Kurt Cobain Day”, foi lançada uma bizarra estátua do músico, que rendeu piadas e críticas de fãs na cidade e na web.

Entre as novidades, está o livro “Kurt Cobain – A Construção do Mito”, de Charles R.Cross, mesmo autor da biografia “Mais Pesado que o Céu” (2001). A obra, que será lançada hoje, analisa a influência musical, comportamental e estética do líder do Nirvana para a cultura pop. No início de abril, a editora Bluewater Productions lançou “Tribute: Kurt Cobain”, uma biografia em quadrinhos do músico, escrita e desenhada pelo artista Jayfri Hashim. O livro conta a trajetória de Kurt desde a infância e pode ser adquirido pela internet.

Na data em que a música perdeu Kurt Cobain também não faltam shows e festivais em homenagem ao ídolo. Em Belo Horizonte, acontece hoje, no Jack Rock Bar, o “Especial 20 Anos sem Kurt Cobain”, com as bandas Nevermind e Malt 90. “Digo que não somos uma banda cover, prestamos um tributo ao Nirvana”, conta Marco Diniz, 36, vocalista do Nevermind. “Não é simples interpretar Nirvana. Parecem ser músicas fáceis de tocar, mas executá-las no palco vai além dos poucos acordes. É um grande desafio, mas sempre uma honra para nós”.

 

 

Agenda

  • O QUÊ. Especial 20 anos sem Kurt Cobain
  • QUANDO. Hoje, às 21h
  • ONDE. Jack Rock Bar (av. do Contorno, 5.623, Funcionários)
  • QUANTO. R$ 20 (feminino) e R$ 30 (masculino)
  • Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave