Após vencer La U, J. Baptista fala em 'ânimo maior' ´para o clássico'

Vitória no Chile deu novo gás ao Cruzeiro, que tem três decisões pela frente nos próximos sete dias

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

O Cruzeiro venceu a Universidad de Chile com um bom futebol (2 a 0) e está perto de carimbar uma vaga nas oitavas de final da Libertadores, depois de vacilar bastante no grupo 5. Só que o triunfo em Santiago também aumenta a confiança para o clássico contra o Atlético. Para Julio Bapstista, por exemplo, o ânimo da equipe aumentou.

O camisa 10, que virou titular da equipe como centroavante, foi um dos jogadores mais assediados no desembarque da delegação celeste na manhã desta sexta-feira (só perdeu para Fábio). "Procurar fazer um grande jogo no domingo para levar a decisão para a casa. Vamos com um ânimo muito maior, que é um jogo que tem que ganhar também", disse.

O Cruzeiro entrará em um período de decisões. Classificar para a próxima fase da Libertadores só depende de uma vitória por 2 a 0 contra o Real Garcilaso-PER, no Mineirão, na próxima quarta-feira. Julio enalteceu o bom trabalho realizado fora de casa, depois de a Raposa perder para o próprio Garcilaso e o Defensor-URU longe de casa.

"Com certeza, importante que fizemos um grande trabalho fora, deixando praticamente para sentenciar e classificar Libertadores na nossa casa", analisou o atacante.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposajulio baptistala uuniversidad de chileclassico