Wawrinka perde, mas Federer dá ponto à Suíça na Davis

Tenista perdeu para Andrey Golubev, do Casaquistão, pelas quartas de final do Grupo Mundial da competição

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Wawrinka avançou às quartas de final em Hertogenbosch
Divulgação / ATP
Wawrinka avançou às quartas de final em Hertogenbosch

Atual tenista número 3 do ranking mundial, Stanislas Wawrinka foi surpreendido, em plena Genebra, nesta sexta-feira, no jogo que abriu a série melhor de cinco jogos entre Suíça e Casaquistão, pelas quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis. Ele caiu diante de Andrey Golubev, atual 64º da ATP, que venceu por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 6/2, 3/6 e 7/6 (7/5). Em seguida, porém, Roger Federer confirmou favoritismo diante de Mikhail Kukushkin ao vencer por 6/4, 6/4 e 6/2, garantindo o ponto que deixou empatado o duelo entre as nações. Neste sábado, o desempate ocorrerá no jogo de duplas. Federer e Wawrinka estão pré-escalados para encarar Evgeny Korolev e Alexandr Nedovyesov. Quem ganhar este jogo precisará de apenas mais uma vitória no domingo, para quando está prevista a inversão dos duelos de simples desta sexta, com Wawrinka primeiro pegando Kukushkin e depois Federer medindo forças com Golubev. Franco atirador, Golubev não se intimidou com o fato de estar jogando fora de casa, e diante do atual campeão da Aberto da Austrália. No primeiro set do jogo diante de Wawrinka, nenhum dos tenistas conseguir obter uma quebra de saque, levando a disputa ao tie-break, no qual o casaque triunfou por 7/5.  Já no segunda parcial, mais uma vez confirmando todos os seus serviços, Golubev converteu os dois break points cedidos pelo suíço para fazer 6/2. O tenista da casa reagiu bem na terceira parcial, na qual finalmente conseguiu converter um break point e abriu vantagem para fazer 6/3. Porém, Golubev seguiu forte no quarto set, salvou sete break points e forçou novo tie-break, repetindo o 7/5 para liquidar o duelo. No jogo seguinte, entretanto, Federer não teve dificuldades para confirmar o seu favoritismo contra o número 1 do Casaquistão e atual 56º do mundo. Com quatro quebras de saque em nove oportunidades e sem ser superado com o serviço na mão em nenhuma oportunidade, precisou de apenas uma hora e 52 minutos para vencer. Com 10 aces, ele ainda ganhou 83% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço e 92% com o segundo. FRANÇA X ALEMANHA - Atuando em casa, a França também foi vítima de uma surpresa no jogo que abriu o duelo diante da Alemanha, nesta sexta, em Nancy, pelas quartas de final da Davis. Julien Benneteau, atual 50º da ATP, acabou batido por Tobias Kamke, hoje 96º tenista do mundo, que ganhou por 3 sets a 0, com 7/6 (10/8), 6/3 e 6/2, para colocar os alemães na frente. Ainda em jogo a ser encerrado nesta sexta, Jo-Wilfried Tsonga defenderia favoritismo diante de Peter Golowczyk para garantir o empate aos franceses. ITÁLIA X GRÃ-BRETANHA - Outro país que joga em casa nestas quartas de final da Davis, a Itália abriu vantagem sobre a Grã-Bretanha no primeiro jogo da série melhor de cinco realizada em Nápoles. Fabio Fognini derrotou James Ward por 3 sets a 1, com 6/4, 2/6, 6/4 e 6/1.  Em outro duelo a ser encerrado nesta sexta-feira, o favorito Andy Murray tentará empatar o confronto entre os países para os britânicos contra Andreas Seppi.

Leia tudo sobre: WawrinkaFedererCopa DavisTênisSuíçasuíçoquartas de finalGolubevcasaquistão