Oswaldo de Oliveira reclama por jogar final no 'neutro' Pacaembu

Técnico do Santos gostaria de jogar a segunda partida da decisão em casa, na Vila Belmiro

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Treinador não vê vantagens em seu time atuar no Pacaembu
REPRODUÇÃO/SANTOS
Treinador não vê vantagens em seu time atuar no Pacaembu

O técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira, exibiu nesta sexta-feira a sua insatisfação com a escolha do Pacaembu como palco das duas partidas da final do Campeonato Paulista. Ele revelou ter passado aos dirigentes do clube a sua preferência para que o time mandasse o segundo jogo da decisão na Vila Belmiro, onde o time venceu todos os dez jogos que disputou no torneio. Além disso, esclareceu que a sua preferência se dá pela qualidade do gramado e não pela aura de "caldeirão" do estádio.

"O presidente me ligou momentos antes da reunião, o Zinho também o André, e confirmei a minha intenção de que eu queria que jogássemos na Vila. Eu fazia questão de jogar o último jogo aqui pela atmosfera, as facilidades, e muito pelo gramado que é propício a maneira como jogamos, com a bola em velocidade, com o campo linear, regular, para que a bola obedeça o comando do jogador porque isso nivela o espetáculo", disse Oswaldo.

Apesar da maior parte da carga dos ingressos das duas finais estar destinada aos santistas, o treinador não vê isso como uma vantagem para o seu time, pois considera a Vila Belmiro um campo neutro. Além disso, ele destacou que o Santos não possui nenhuma vantagem na decisão, apesar de ter feito campanha bem melhor do que o Ituano.

"Questão da torcida o que acontecer em Itu e na Vila vai continuar acontecendo, com a torcida do Santos mais presente e numerosa. Ambos vão jogar em campo neutro, porque nós nos sentimos muito melhor jogando aqui na Vila Belmiro, o resultado disso vimos no campo e o Ituano, também. O Santos foi a equipe com o melhor aproveitamento numérico e isso não nos deu nenhuma vantagem", reclamou.

O treinador santista evitou apontar que o Ituano foi favorecido com a marcação dos dois jogos para o Pacaembu, mas apontou que o mais justo seria a disputa das partidas no Novelli Júnior e na Vila Belmiro. "Isso cabe a eles responder, estou olhando aqui da Baixada, não como estão olhando de lá para o Pacaembu. Mas para que as coisas fossem mais legítimas, o Ituano devia jogar no estádio deles e nós no nosso", afirmou.