Dos elogios ao total esquecimento

Egídio também era titular absoluto da lateral esquerda celeste, mas sequer foi ao banco ontem

iG Minas Gerais | Bruno Trindade e Guilherme guimarães |

Cadê? Rodrigo Souza anulou Ronaldinho no clássico, ganhou espaço e hoje nem relacionado é mais
DENILTON DIAS / O TEMPO
Cadê? Rodrigo Souza anulou Ronaldinho no clássico, ganhou espaço e hoje nem relacionado é mais

Com a carência de ter no elenco jogadores que exercem a função de primeiro volante, Rodrigo Souza foi, aos poucos, ganhando espaço no time titular do Cruzeiro em 2014, pouco tempo depois de sua chegada. Mas o que parecia ser um início promissor se transformou em frustração para o atleta.

O volante cometeu falhas de marcação contra o Defensor-URU no empate por 2 a 2, no Mineirão, principalmente no gol marcado por Felipe Gedoz, culminando em um resultado que complicou a situação celeste na Copa Libertadores. Os deslizes fizeram não só o marcador deixar de atuar pela equipe principal, como o excluiu das convocações para os jogos. Desde o empate contra os uruguaios, quando Rodrigo Souza esteve em campo pela última vez, foram dois jogos pelas semifinais do Campeonato Mineiro – os duelos de ida e volta contra o Boa - e um pela Libertadores – ante a Universidad de Chile.

Apesar da pouca quantidade de partidas em que foi preterido, a situação causa estranheza pelo fato de o atleta vir de uma sequência como titular, ser elogiado e não figurar mais nem no banco de reservas. A atuação mais destacável do meio-campista aconteceu no clássico contra o Atlético, no Independência, que terminou empatado em 0 a 0. Na ocasião, além de fazer uma de suas melhores atuações com a camisa estrelada, Rodrigo Souza anulou ninguém mais, ninguém menos do que Ronaldinho Gaúcho.

As falhas, aliadas à inexperiência, fizeram o técnico Marcelo Oliveira optar pela formação do meio-campo que deu certo em 2013, com Lucas Silva e Nilton. Com a suspensão do camisa 19, o volante Henrique, por sua experiência, recebeu nova oportunidade entre os titulares, mantendo Rodrigo Souza novamente fora da equipe. “Falta maturidade para conservar o resultado. Falta um pouco de poder de decisão. Podemos modificar essa situação por meio da união e da força de trabalho”, disse o comandante cruzeirense após o empate contra o Defensor-URU que ele classificou como desastroso. Por ser um homem de marcação, Rodrigo Souza tinha a confiança de Marcelo Oliveira. Em baixa, o jogador precisará mostrar ao treinador que pode retornar ao time titular.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave