Cristóvão diz se sentir 'iniciante' em chegada ao Flu

Treinador volta a comandar uma equipe do Rio de Janeiro. Em 2011, ele assumiu o Vasco e ficou no cargo até 2012

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Cristóvão tem primeiro contato com o grupo tricolor. Estreia será contra o Horizonte-CE, pela Copa do Brasil
Reprodução/Facebook Oficial Fluminense
Cristóvão tem primeiro contato com o grupo tricolor. Estreia será contra o Horizonte-CE, pela Copa do Brasil

Cristóvão Borges foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira como novo técnico do Fluminense. Ele chegou para substituir Renato Gaúcho, demitido na última quarta, dias depois da eliminação nas semifinais do Campeonato Carioca para o Vasco. De volta ao Rio, Cristóvão não escondeu a alegria por comandar novamente um time grande e disse se sentir como um "iniciante". "Estou ansioso, com sensação de iniciante. Feliz, contente. É um grande desafio, uma oportunidade, e farei de tudo para segurar bem. Penso muito na minha carreira. O desafio é grande, mas muito bom, pois é compatível com o tamanho e a qualidade do Fluminense. O clube, o time, tem tradição, força, camisa, para corresponder", garantiu. O Fluminense será o terceiro clube da carreira de Cristóvão Borges como técnico. Em 2011, ele era auxiliar do Vasco e assumiu a equipe depois que Ricardo Gomes ficou doente. Demitido em 2012, o treinador chegou ao Bahia em 2013 durante o Campeonato Brasileiro e fez boa campanha, deixando o time na 12.ª posição. Aos 54 anos, ele assume o Fluminense em momento delicado. Além da eliminação no Carioca, a equipe perdeu na estreia da Copa do Brasil para o Horizonte, no Ceará, por 3 a 1. Para avançar à segunda fase da competição e evitar um vexame, precisará vencer por pelo menos 2 a 0 na volta, quinta-feira que vem, no Maracanã. "Temos condições de reverter a vantagem contra o Horizonte. Agora é tirar a vantagem do adversário. O time tem qualidade e potencial. A primeira tarefa é o Horizonte e, com isso, também estaremos nos preparando para o Brasileiro. Quero tirar a diferença e passar de fase na Copa do Brasil", disse Cristóvão. O treinador ainda garantiu que, apesar da derrota, o Fluminense é um dos favoritos ao título. "Tem de passar porque participa para ser campeão. Então temos de passar. Precisamos tirar essa vantagem, mas temos condições porque somos time de ponta, alto investimento. Temos compromisso com a vitória e o título." Otimista, Cristóvão fez questão de exaltar os jogadores do elenco e disse que o time carioca tem potencial para render muito mais do que vinha apresentando. "Todos vocês que acompanham falam que a equipe pode muito mais. Espero fazer isso acontecer."

Leia tudo sobre: Cristóvão BorgesFluminensefuteboltreinadortricolornovo técnico