Jejum de sete jogos sem marcar não desanima Obina

Atacante completou 31 dias sem balançar às redes adversárias, mas mesmo passado em branco na partida ele teve atuação decisiva na Copa do Brasil

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Apesar do jejum de sete partidas sem marcar gols com a camisa do América, o atacante Obina não perde a confiança para a sequência da temporada. Contra o Santos-AP, pela Copa do Brasil, o jogador completou 31 dias sem balançar às redes adversárias, mas mesmo passado em branco na partida ele teve atuação decisiva no resultado ao participar dos lances que originaram os gols do meia Elvis e do lateral-direito Elsinho, marcados no primeiro tempo.

“Fizemos o jogo ficar fácil e conseguimos o nosso objetivo de eliminar a partida de volta. Agora, sem jogo na semana que vem, teremos mais tempo para treinar. O nosso time está evoluindo e a confiança fica em alta para a sequência da Copa do Brasil e a estreia na Série B”, afirmou Obina, que foi substituído no segundo tempo da partida contra o Santos-AP pelo também atacante Júnior Negão, que logo em seu jogo de estreia com a camisa alviverde marcou um gol.

“Foi muito boa a minha estreia, ainda mais marcando gol e ajudando o América a conseguir vaga na segunda fase da Copa do Brasil”, afirmou Júnior Negão, que destacou a qualidade de Obina, com quem faz uma ‘briga saudável’ por um lugar na equipe. “Como eu disse na minha apresentação, eu e o Obina vamos brigar, mas é uma briga saudável, para dar dor de cabeça ao técnico Moacir Júnior. Aí é confiar no trabalho dele, sabendo que vai escolher o melhor para o América”, destacou o atacante.