Unión vence, avança e complica Botafogo na Libertadores

Equipe chilena garantiu vaga nas oitavas com vitória de 1 a 0 em pleno Maracanã. Fogão decide vaga contra O San Lorenzo, na Argentina

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Mesmo com o apoio em massa de sua torcida no Maracanã, o Botafogo foi derrotado pelo Unión Española por 1 a 0, na noite desta quarta-feira e perdeu a chance de se classificar antecipadamente para as oitavas de final da Copa Libertadores. O time carioca foi superior durante quase todo o jogo, mas não conseguiu chegar ao gol e acabou sendo vazado em cobrança de pênalti.  Com o resultado, o Botafogo se manteve com sete pontos, e o Unión Española, com nove, assumiu a liderança do Grupo 2 e garantiu a classificação para a próxima fase. Agora, o time carioca terá que buscar a segunda vaga da chave diante do San Lorenzo, na Argentina, na próxima quarta-feira. Poucos momentos antes de os jogadores entrarem em campo, os torcedores botafoguenses ergueram um bonito mosaico com a inscrição "Somos um só", e ditou o ritmo das arquibancadas no decorrer da partida. Cantando a todo momento, a torcida fazia sua parte. Dentro do campo a equipe seguiu o estímulo e começou o jogo pressionando os adversários. Com o meio bloqueado pela defesa chilena, o Botafogo investiu nas jogadas pelas laterais. Mas, na ausência de Ferreyra, suspenso, fez falta um jogador de área para finalizar os cruzamentos. Se movimentando bastante, Jorge Wagner era o mais ativo do time brasileiro. Além de fazer os cruzamentos mais perigos, arriscava bons chutes de fora da área. O Botafogo iniciou o segundo tempo dominando a partida e criando os lances de ataque mais perigosos e quase marcou em dois chutes - um, de Wallyson, e outro, de Jorge Wagner. O Unión Española não tinha feito uma jogada sequer que levasse risco ao goleiro Jefferson até que, aos 24 minutos, o árbitro marcou um pênalti de Julio César sobre Sebastian Jaime.  Sem vacilar, Canales bateu bem e mandou para as redes. Após marcar o gol, o Unión Española segurou a partida como pôde e assegurou o triunfo que garantiu a vaga no mata-mata da Libertadores. FICHA TÉCNICA:  BOTAFOGO 0 x 1 UNIÓN ESPAÑOLA  BOTAFOGO - Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar (Renato); Marcelo Mattos (Daniel), Bolatti, Jorge Wagner e Lodeiro; Wallyson e Henrique (Ronny). Técnico: Eduardo Hungaro. UNIÓN ESPAÑOLA - Diego Sánchez, Currimilla, Ampuero, Navarrete, Berardo, Luis Pavez, Faravelli (Villagra), Cristian Chávez (Diego Scotti), Canales, Matias Campos, Sebastián Jaime (Vidal). Técnico: José Luis Sierra. GOLS - Canales (pênalti), aos 26 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS - Berardo (Unión Española); Julio Cesar e Marcelo Mattos (Botafogo). ÁRBITRO - Daniel Fedorkzuc (URU) RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Leia tudo sobre: botafogounion espanolalibertadores