Avacoelhada

iG Minas Gerais |

O Coelhãozinho sub-17 disputou a Copa Rio 2014, na sede de Seropédica. Na primeira fase da competição, o time americano terminou em segundo lugar no Grupo C. Conquistou cinco pontos em três partidas. Venceu um jogo (Real Maré por 5 a 0) e empatou dois (Grêmio por 2 a 2 e Seropédica por 1 a 1). Marcou oito gols e sofreu três. Nas oitavas de final foi derrotado pelo Bahia por 3 a 2. Jogadores relacionados pelo técnico Ricardo Evaristo: João Victor, Erick, Vitor Eduardo, Marlon, Victor Caetano, Rodolfo, Michel, Rodrigo, Wilson, Matheus Silva, Ruan, Aurélio, Charley, Pedro Henrique, Makton, Tiago, Guilherme, Alef Valentim, Victor Crispim e Victor Araujo. Vale destacar o principal objetivo das categorias de base: qualificar o maior número possível de atletas em desenvolvimento desde o sub-10 a fim de serem aprimorados no profissional.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! O Galo tem no Santa Fe, hoje, uma parada torta a enfrentar pela Libertadores. Pode ser que esse seja o nosso maior desafio na temporada até agora. Contudo, eu penso que está longe de ser o bicho de sete cabeças que andam dizendo por aí. O primeiro confronto contra eles, aqui no Horto, foi difícil, mas não se pode estabelecer parâmetro por aquele jogo, já que na ocasião eles vieram exclusivamente para catimbar, fazer cera e jogar na retranca, mas hoje precisam a todo custo da vitória e terão de sair para o jogo. É aí que o Galão pode pegá-los em sua maior fraqueza: o desespero. Se nosso time segurar a pressão inicial, tiver muito cuidado com a bola parada e inteligência para sair nos contra-ataques, certamente terá ótimas chances para vencer e voltar de lá com a classificação na bagagem. Boa sorte e vai pra cima deles, Galo!

A voz Celeste

Na caravana da vitória, todos falam a mesma língua, e as palavras vitória e superação são as mais ouvidas nas rodas de conversa dos jogadores e da comissão técnica do Cruzeiro. O voo de Belo Horizonte para Santiago foi muito tranquilo, e todos sabem que o maior de Minas não pode errar no jogo de hoje. Pelo que estou vendo, o futebol do campeão brasileiro de 2013 vai surgir novamente nesta noite, diante da Universidad de Chile. Conversei demais com os jogadores e senti o clima maravilhoso. Do comandante ao roupeiro, todos acreditam na vitória. E estão colocando à frente de tudo o objetivo de passar de fase na Copa Libertadores da América. Não vai ser desta vez que o maior de Minas vai ficar fora das fases decisivas do torneio continental. Vamos partir para o tricampeonato. Tenho certeza da classificação! Estamos no caminho certo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave