Ingratidão

iG Minas Gerais |

E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou. Lc 17: 17.19 Vivemos numa sociedade em que, muitas vezes, a ingratidão é mais forte que a gratidão. As pessoas se esquecem dos favores com muita facilidade. Neste texto de Lucas, o Senhor nos mostra que a ingratidão não é privilégio do nosso tempo. Muitos foram ingratos também nos tempos de Jesus, inclusive nove dos dez leprosos que foram curados, já que apenas um voltou para agradecer a cura. E Jesus se alegrou com a atitude do samaritano que voltou. Quando somos gratos reconhecemos que alguém fez algo de bom por nós, estendeu suas mãos e nos puxou para cima, nos proporcionando uma vitória. Gratidão, portanto, é mostrar reconhecimento. O ingrato é alguém que não reconhece ou agradece por nada que recebe. Existem também pessoas que nunca são gratas a Deus pelas bênçãos. Muitas vezes nem sabem que tudo que recebem tem origem no amor de Deus. Quando somos ingratos com alguém estamos demonstrando ingratidão com o próprio Deus. Se não fosse o favor do Senhor, todos nós seríamos como aqueles leprosos. Estaríamos imundos e sob o peso da maldição. Mas, ainda hoje, Jesus quer salvar, curar e purificar a todos que dele se aproximam. Temos que pedir a Deus um coração sempre agradecido, pois a gratidão é uma grande fonte de virtude. A ingratidão é um mal que pode ser banido das nossas vida. Para que isso aconteça, é necessário que sejamos revestidos do Espírito Santo. Jesus ainda continua fazendo milagres, libertando pecado, da maldição e da doença. Pr. Jorge Linhares Igreja Batista Getsêmani www.getsemani.com.br Twitter: @_JorgeLinhares LEIA MAIS Outros detalhes sobre o assunto você encontra no livro “Ingratidão”, do pr. Jorge Linhares. Pedidos: Editora Getsêmani: (31) 3491-2266, vendas@editoragetsemani.com.br e no site www.editoragetsemani.com.br. TEATRO A Igreja do Evangelho Quadrangular convida para a apresentação da peça teatral “Vida e Morte de Cristo.” Participação do Teatro Religare, Ministério de Dança Religare Mirim e Ministério de louvor da IEQ Vale. Será no dia 18/4, na Sexta-Feira da Paixão, às 19h30, na rua Carlos Pinto Coelho, no 33 Vale do Jatobá. Entrada franca. Informações: 3385-8952 e 8833-1760 (Rosana). MISSÕES Com o objetivo de mobilizar a igreja brasileira a investir em seus missionários, será realizada neste sábado e domingo, na Igreja Batista da Lagoinha, a Conferência Povos e Línguas “Por um Brasil Missionário!”. Haverá workshop, oficinas e palestras com o tema “Missões”. Os convidados são: Ariovaldo Ramos, Cassiano Luz, Jeremias Pereira, Luis Fernando Nascif, Márcio Valadão, Paulo Mazoni e Ronaldo Lidório. Inscrição R$ 30. Informações: (31) 3281-0863 e www.povoselinguas.com.br.  DEPENDÊNCIA QUÍMICA “O Recomeço, deixei de usar e agora?” é o tema da segunda edição do Seminário sobre Dependência Química em Bh. Promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), com o apoio da Faculdade Batista e Colégio Batista Mineiro, o encontro será realizado na segunda-feira, dia7, das 13h às 17h, na Faculdade Batista. Rua Plombagina, 305, Floresta, em BH. Informações: 0800 727 8888, (31) 3343-9118 ou 3343-9121.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave