Comerciantes lamentam estragos causados pela chuva

Prejuízos com a perda de mercadorias e equipamentos pode chegar a R$ 13 mil; loja localizada no aeroporto ficou destruída

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

A chuva desta tarde causou prejuízos aos comerciantes que trabalham próximo aos locais que ficaram alagados. 

Alexsander Pires dos Santos, de 42 anos, é dono de um restaurante que fica na avenida Bernardo Vasconcelos, no bairro Ipiranga, onde a correnteza arrastou carros e motocicletas. Ele conta que perdeu freezer, alimentos e galões de água depois que o estabelecimento foi invadido pela água. “Eu vou ficar mesmo no prejuízo por que ninguém vai me pagar isso. Esse problema se repete todos os anos”, diz Santos, que estima uma perda no valor de R$ 13 mil.

Dono de uma loja que vende produtos regionais localizada dentro do Aeroporto da Pampulha, Victor Hugo Silva Lourenço, de 25 anos, perdeu doces, queijos e cachaças, além de um dos freezers de seu estabelecimento. Ele conta que a água invadiu o imóvel e subiu cerca de 1 m. "Não dá para saber (o prejuízo) porque ainda não deu para ver tudo, mas pelo menos uns R$ 2 mil a gente perdeu", diz.

A limpeza do local foi feita pelos bombeiros com a ajuda de funcionários da própria loja. Lourenço diz que o problema é antigo e que os responsáveis pelo aeroporto já foram procurados para resolver a questão, mas até hoje nada foi feito. "Tem dez anos que a loja está aqui e o que eu acho mais absurdo é que isso acontece, vai acontecer de novo, e a gente não sabe até quando vai aguentar essa situação", desabafa.

Balanço

De acordo com o Corpo de Bombeiros, até o momento, foram registradas 26 ocorrências de vias e casas inundadas, 11 situações de pessoas ilhadas e nove árvores caídas.

Viaturas da corporação estão no bairro Ribeiro de Abreu, na região Nordeste de Belo Horizonte, para verificar a informação de que um homem teria sido levado pela correnteza depois de cair no córrego do Onça durante a chuva. Até o momento, não há registro de feridos. 

Leia tudo sobre: belo horizontechuvaaeroportobernardo vasconcelos