Torcedores 'pagam' R$ 150 para ver Ronaldinho em saguão do hotel

Jason Calderon e Alvaro Rodriguez, aficionados do América de Cali, fizeram uma viagem de 4 horas entre Tolima e Bogotá para ver o craque alvinegro

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Fãs de Ronaldinho utilizaram a desculpa de almoçar em hotel onde está hospedada a delegação alvinegra
WEBREPÓRTER/SUPER FC
Fãs de Ronaldinho utilizaram a desculpa de almoçar em hotel onde está hospedada a delegação alvinegra

Bogota, Colômbia - Poucas horas antes do Atlético ir para o treino no estádio El Campín, Jason Calderon e Alvaro Rodriguez aguardam ansiosos a chegada de Ronaldinho Gaúcho no saguão do hotel onde a delegação alvinegra está hospedada em Bogotá. A espera, porém, já dura quase um dia e a ânsia em ver o craque cresce cada vez mais.

Eles são apenas mais dois colombianos que cercam o hotel do Galo na esperança de tirar uma foto e pegar um autógrafo de R10. Calderon e Rodriguez conseguiram entrar na estada alvinegra com a ‘desculpa’ de que desejavam almoçar no restaurante.

E para isto, eles precisaram pagar um preço: 120 mil pesos colombianos (R$ 150). Mas este valor não é nada para os dois torcedores do América de Cali que fizeram uma viagem de 4 horas entre Tolima e Bogotá.

“Por Ronaldinho vale tudo. Estamos esperando por ele desde ontem (terça) a noite e não vamos desistir. Esperamos sair daqui com um autógrafo e uma foto com ele”, disse Calderon, que ostentava uma camisa do Brasil.

“Veremos como será. Sabemos que ele costuma ser cercado por seguranças, mas estamos esperançosos”, completou Rodriguez com sua camisa vermelha do América de Cali.

A espera não irá muito mais. Os dois olham constantemente para o elevador, pois sabem que o Atlético tem de estar no estádio El Campín às 21h (horário de Brasília) para fazer o primeiro e único treino na capital colombiana.