PSG sai na frente do Chelsea no embate de bilionários da Champions

Dupla de zaga titular da seleção brasileira, Thiago Silva e David Luiz falharam em lances capitais da partida

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

PSG conseguiu boa vitória, que dá mais tranquilidade ao time para o jogo da volta
Reprodução/Facebook
PSG conseguiu boa vitória, que dá mais tranquilidade ao time para o jogo da volta

Depois de acompanhar o empate entre Barcelona e Atlético de Madrid, terça, na Espanha, Luiz Felipe Scolari seguiu para Paris onde, nesta quarta-feira, assistiu à partida entre Paris Saint-Germain e Chelsea pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Felipão teve a oportunidade de ver de perto oito brasileiros selecionáveis, mas não deu sorte à sua zaga titular. David Luiz fez um gol contra e Thiago Silva um pênalti bobo na vitória dos donos da casa por 3 a 1.

Se do lado francês a zaga foi quase toda brasileira, com Alex, Thiago Silva e Maxwell (Marquinhos ficou no banco), no Chelsea José Mourinho confiou num meio-campo com David Luiz (de volante) Ramires, Willian e Oscar. O belga Hazard fez companhia ao quarteto brasileiro, deixando Lampard no banco. O ataque, desfalcado de Drogba e com Torres entre os reservas, teve apenas o alemão Schürrle.

Logo com 4 minutos o PSG conseguiu abrir o placar. Matuidi cruzou da esquerda e Terry tentou o corte de cabeça. Sozinho, deu no peito de Lavezzi, que dominou e fuzilou o goleiro Peter Cech. O capitão do Chelsea já havia ido mal no fim de semana, quando marcou um gol contra na derrota para o Crystal Palace.

A zaga do PSG, porém, também falhou. Aos 25, Thiago Silva chegou atrasado na bola e, de carrinho, derrubou Oscar na ponta da área. Pênalti indiscutível que Hazard converteu no canto direito do goleiro Sirigu.

Apesar do alto nível das duas defesas, que permitiram apenas 17 chutes durante a partida (seis do Chelsea, nove do PSG), o jogo foi decidido mesmo nos erros. Aos 6 minutos do segundo tempo, após falta batida da esquerda do ataque francês, a bola cruzou toda a área, passou por Cech e bateu nas pernas de David Luiz, já quase dentro do gol. O brasileiro tentou tirar de calcanhar, mas acabou mandando para dentro.

Aos 23, Ibrahimovic sentiu lesão muscular e deu lugar a Lucas. O PSG, mesmo vencendo, tentou ampliar o placar e chegou perto disso com Cavani, num chute colocado que passou raspando a trave esquerda.

O terceiro gol, porém, saiu dos pés de Pastore. O argentino ganhou de três na ponta esquerda, cortou Azpilicueta, passou bonito pelo perdido Lampard e chutou no canto esquerdo de Peter Cech, quase sem ângulo. Terry, que não apertou, assim como o goleiro, foram muito mal no lance.

Na volta, terça-feira que vem, em Londres, os franceses jogam pelo empate ou por derrota por um gol de diferença. Um revés por 2 a 0 também coloca o PSG na semifinal.

Briga

Cerca de 200 torcedores de PSG e Chelsea se enfrentaram nas ruas de Paris antes do confronto desta quarta no Parque dos Príncipes. De acordo com a polícia francesa, estiveram presentes ex-membros do Kop of Boulogne, um antigo grupo hooligan do PSG.