Adorado na América Latina, R10 ofusca presença do Galo em Bogotá

Astro brasileiro ainda é referência quando o assunto é futebol brasileiro no restante do continente

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

BOGOTÁ, Colômbia - A adoração por Ronaldinho Gaúcho na América Latina vista na Copa Libertadores ano passado continua sendo atestada em 2014. Em Bogotá, na Colômbia, um sósia do craque deu as caras na chegada da delegação do Atlético na capital do país e R10 está na boca de todo torcedor – seja do Santa Fe, ou não – abordado na cidade, chegando a ofuscar o restante da equipe.

Com a camisa do Flamengo, Cristhian Arbelarez vende camisas da seleção da Colômbia no centro de Bogotá e rapidamente cita Ronaldinho quando o assunto é o jogo da noite desta quinta-feira, no estádio El Campín.

“Sou torcedor do Millonarios, mas queria ver Ronaldinho aqui em Bogotá. Ele é adorado aqui na Colômbia; alguns até dizem que ele é melhor que Messi”, afirma Arbelarez com um sorriso no rosto – apesar da timidez ao tirar uma foto.

“Sei que o (Atlético) Mineiro tem outros bons jogadores, até de seleção brasileira, mas eu não sei quem são”, completou, olhando para os amigos ao redor, que balançavam a cabeça negativamente e repetindo apenas o nome do craque atleticano.

Apesar da vitória do Expresso Vermelho contra o Deportivo Pasto por 3 a 2 na última terça-feira, quase nenhuma camisa do clube foi vista nesta quartano centro de Bogotá. A promessa, porém, é de estádio cheio contra o Galo. De acordo com a imprensa local, a expectativa é que 30 mil torcedores vão ao estádio El Campín na noite desta quinta – a capacidade é de 36 mil.

Leia tudo sobre: LibertadoresGaloAtléticoSanta FeFutebolesporte