Corpos de três membros da mesma família são encontrados em casa

Polícia Civil de Mantena, onde aconteceu o crime, trabalham inicialmente com a suspeita de triplo homicídio; o casal de idosos e a filha de 39 anos foram encontrados com marcas de estrangulamentos

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Os corpos de um casal de idosos e da filha de 39 anos foram encontrados em estado de decomposição dentro da casa em que moravam em Mantena, no Vale do Rio Doce, nessa terça-feira (1º). A motivação do crime ainda é um mistério para a polícia. Não há informações também sobre a autoria. 

Um vizinho da família foi quem acionou a Polícia Militar (PM), depois de sentir o forte cheiro e pular o muro da casa para entender o que estava acontecendo. Na residência localizada na rua Israel Pinheiro, no bairro Nicolini, militares encontraram primeiro o corpo da manicure Sueli Dória de Carvalho, de 39 anos, que estava em cima da cama. Já Emília Edvirgens dos Santos, de 81, e o marido Boaventura Dória de Carvalho, de 75, estavam no sofá.

De acordo com a PM, um dos filhos do casal, casado e que mora em outra casa, esteve no local e informou que a família não tinha divergências com ninguém. E que não imaginava o que poderia ter motivado o crime.

Os trabalhos da perícia apontaram que as vítimas foram estranguladas por fios de um ferro de passar. O telefone da casa foi desligada. Próximo aos corpos haviam poças de sangue. A Polícia Civil trabalha com a suspeita de tripo homicídio.

Segundo o delegado Claudionor Batista dos Santos, que preside as investigações, os trabalhos técnicos já foram iniciados. “Um inquérito já foi instaurado e já estamos ouvindo algumas testemunhas, entre moradores do bairro e família.”, declarou Santos.

Ainda não há previsão para o termino das investigações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave