Ministro do Esporte e Secretário divergem sobre Aeroporto de Confins

Aldo Rebelo diz que obras no aeroporto são 'boas notícias', mas secretário de Turismo e Esporte crava que elas não estarão prontas pra Copa

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO/VICTOR MARTINS |

DANIEL IGLESIAS - 10.1.2011
undefined
Eleito como um dos seis piores do mundo, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, é um dos pontos-chave nos preparativos de Minas para o Copa do Mundo. Suas obras chamam a atenção e tudo indica que não estará pronto para o Mundial. O ministro Aldo Rebelo, em visita a Belo Horizonte nesta quarta, mostrou uma visão positiva do local, mas o secretário de esportes e turismo do governo mineiro, Tiago Lacerda, discordou. Juntos, os dois irão fazer visitas técnicas nos Centro de Treinamentos de Atlético e Cruzeiro. Mas antes falaram sobre como BH está pronta para a Copa do Mundo. Tiago, representante da esfera estadual, ao ser perguntando sobre Confins, foi enfático: ele não ficará pronto para a Copa. "Não tem como eu perder o sono com uma coisa que não está sob o nosso controle. É uma obra do Governo Federal e que não estará pronta para a Copa do Mundo. O que nós temos focado no trabalho, além dos planos operacionais, é a preparação para o Mineirão para receber o evento", disse o secretário. Para o ministro do Esporte, no entanto, as obras são sinônimos de 'boas notícias'. Aldo Rebelo considera que as melhorias no Aeroporto estarão prontas para o alto uso no período da Copa e que haverá cumprimento dos prazos. "O fato de estar em obras é uma boa notícia, significa que as melhorias estão sendo realizadas, executadas. Nós vamos ter que cumprir prazos e este cronograma está sendo acompanhado por todos que têm algum grau de responsabilidade na organização da Copa", analisou Rebelo.