Confins é avaliado como um dos seis piores do mundo

Consumidores deram nota de um a cem para 153 aeroportos do planeta e o mineiro ganhou 62

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

Atraso. Obras de melhorias de Confins não devem acabar antes da Copa, o que prejudica usuários
JOAO GODINHO / O TEMPO
Atraso. Obras de melhorias de Confins não devem acabar antes da Copa, o que prejudica usuários

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, é um dos seis piores terminais do mundo, conforme pesquisa realizada pela Proteste Associação de Consumidores. Além do aeroporto mineiro, os de Brasília, Congonhas (RJ) e Guarulhos (SP) foram mencionados pelos entrevistados como os que mais deixam a desejar em termos de infraestrutura. Fora do Brasil, estão nesta lista os aeroportos de Casablanca, no Marrocos, e São Petersburgo, na Rússia.

No Brasil, os aeroportos de Brasília e Guarulhos tiveram as notas mais baixas na avaliação geral, 60 pontos cada. Em seguida, empatados com 62 pontos, estão Santos Dumont, Confins e Fortaleza. Entre os nacionais, o melhor colocado foi o aeroporto de Recife.

“Brasília e Guarulhos foram os que apresentaram os piores resultados. Só que Congonhas e Confins não estão muito atrás, estão também numa má situação”, observa a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci. Ela observa que, no ano passado, o aeroporto de Cingapura foi classificado como o melhor do mundo. “Lá tem internet e cinema gratuitos, entre outras vantagens”, diz.

Ela explica que foram enviados questionários a mais de 9.000 pessoas, sendo 623 respondidos por brasileiros. Participaram do levantamento pessoas residentes de seis países: Brasil, Bélgica, Portugal, Espanha, França e Itália. Os entrevistados responderam como foram suas experiências em 2013 com aeroportos e empresas aéreas em todo o mundo. A pesquisa envolveu 153 aeroportos e 70 empresas aéreas. No país, foram avaliados 14 terminais: Recife, Porto Alegre, Natal, Viracopos (Campinas), Florianópolis, Curitiba, Salvador, Congonhas, Galeão, Fortaleza, Confins, Santos Dumont, Guarulhos e Brasília.

Reincidente. Não é a primeira vez que o Brasil é apontado como o país com aeroportos de qualidade ruim. Em janeiro de 2014, o site Wall St. Cheat Sheet, dedicado a análises financeiras, fez uma lista com os piores aeroportos do mundo. O maior aeroporto brasileiro, o de Guarulhos, garantiu o primeiro lugar pelas longas filas de imigração, mudanças de portão de embarque sem aviso, preços altos de comidas e bebidas, quantidade insuficiente de funcionários e taxa de pontualidade baixa.

Companhias

Reprovadas. De 76 empresas avaliadas, Gol, TAM e Azul foram as brasileiras participantes. A Gol foi a nacional que recebeu as piores notas, figurando, no geral, nos últimos lugares.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave