Bayern busca empate com o Manchester dentro de Old Trafford

Resultado manteve o confronto em aberto, apesar da vantagem do time de Guardiola, que decidirá a vaga em casa, no Allianz Arena, em Munique

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Schweinsteiger encheu o pé dentro da área para empatar o duelo em Old Trafford
UEFA/SITE OFICIAL/REPRODUÇÃO
Schweinsteiger encheu o pé dentro da área para empatar o duelo em Old Trafford

Com o apoio da torcida, o Manchester United segurou o ímpeto do favorito Bayern de Munique e empatou por 1 a 1 no Old Trafford, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. O time inglês, que exibe má fase na temporada, até saiu na frente, resistiu à pressão dos atuais campeões, mas acabou cedendo a igualdade no placar.

O resultado manteve o confronto em aberto, apesar da vantagem do time do técnico Josep Guardiola, que decidirá a vaga em casa, no Allianz Arena, próxima quarta-feira. O Bayern terá a seu favor também a chance de avançar à semifinal em caso de um empate sem gols, por ter marcado fora de casa. Igualdade por 2 a 2 ou placar superior dá a vaga ao Manchester.

Mesmo jogando no Old Trafford, o Manchester não escondeu o favoritismo do Bayern e desde o início jogou recuado, à espera de um contra-ataque mortal. Na retranca, aguentou as investidas do Bayern, que lembrava o Barcelona dos tempos de Josep Guardiola, com excessiva troca de passes e raras finalizações.

A melhor chance dos visitantes surgiu em jogada individual de Robben, aos 30. O holandês, em sua jogada típica, avançou pela direita, cortou para o meio e bateu de canhota. De Gea pulou no canto para fazer grande defesa. O time alemão passou a maior parte do primeiro tempo cercando a área inglesa, sem lances mais agudos.

O Manchester, mesmo recuado, criou duas grandes chances para abrir o placar. Na primeira, logo aos 2 minutos. Welbeck driblou zagueiro na entrada da área e encheu o pé para mandar para as redes. O árbitro, contudo, anulou o lance ao marcar um duvidoso jogo perigoso do atacante, que precisou elevar o pé para fazer o domínio, em dividida com zagueiro, antes da finalização.

Aos 39, Welbeck teve outra boa oportunidade. Ele recebeu belo lançamento de Rooney, entrou na área, mas, cara a cara com Neuer tentou bater por cobertura e parou na defesa do goleiro.

Sem bom aproveitamento do seu ataque, o Manchester contou com a ajuda de um zagueiro para abrir o placar. Aos 13, Vidic subiu mais que os rivais, após cobrança de escanteio, e cabeceou quase de costas para mandar para deixar os anfitriões à frente no marcador.

A reação do Bayern veio aos 21 minutos. O brasileiro Rafinha cruzou da direita, Mandzukic escorou de cabeça e Schweinsteiger encheu o pé dentro da área para empatar. O gol deu novo gás ao time alemão, que aumentou a pressão, sem sucesso. Para piorar, perdeu o autor do gol por falta em Rooney. Schweinsteiger levou o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, virando desfalque certo para o segundo jogo das quartas de final.