Cabañas chega ao Brasil animado para atuar no Tanabi

Mesmo longe de sua melhor condição física e após um longo período sem atuar, paraguaio se mostrou confiante nesta volta aos gramados

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Paraguaio Cabañas posa ao lado de Irineu Alves Ferreira, presidente do Tanabi
TANABI/DIVULGAÇÃO
Paraguaio Cabañas posa ao lado de Irineu Alves Ferreira, presidente do Tanabi

O paraguaio Salvador Cabañas já desembarcou no Brasil, onde assinou contrato com o Tanabi nesta terça-feira. Quatro anos depois de levar um tiro na cabeça na Cidade do México, o atacante terá a oportunidade de voltar a jogar futebol. Ele não escondeu a felicidade por poder retornar aos campos, mesmo na Segunda Divisão do Campeonato Paulista (a quarta divisão do Estadual).

Em entrevista à TV Bandeirantes, Cabañas, que marcou época no América do México e na seleção paraguaia, demonstrou ansiedade para o retorno. "Quero seguir fazendo história. Vou tentar fazer e vou fazer", comentou o atacante. “Ficar sem jogar e sem marcar os gols me entristeceu muito, mas não vou mudar nunca. Estou preparado para voltar a jogar em equipes grandes e quero retornar à seleção do Paraguai.”

Mesmo longe de sua melhor condição física e após um longo período sem atuar, Cabañas se mostrou confiante nesta volta aos gramados. O atacante garantiu que poderia ter ajudado o Paraguai a se classificar para a Copa do Mundo deste ano - a seleção não conseguiu a vaga - e disse que pode atuar em um clube grande do Brasil, mas que "primeiro quero fazer história com o Tanabi".

O paraguaio já havia dado uma mostra de toda esta confiança no último domingo, quando, em entrevista ao Estado de S. Paulo, afirmou que pode "voltar e ser melhor do que antes". Na ocasião, o jogador também acusou sua ex-esposa, María Lorgia Alonso, e seu ex-representante, José González, de terem desviado parte de seu dinheiro quando ele se recuperava. Nesta terça, Cabañas voltou a delatá-los. "Eles me roubaram tudo."

O drama de do atacante começou em janeiro de 2010, quando foi baleado no banheiro de uma casa noturna da Cidade do México. O motivo pode ter sido o futebol ou o envolvimento com o tráfico de drogas. O autor dos disparos está preso e aguarda o julgamento.

Leia tudo sobre: futebol nacionalfutebol internacionaltanabiCabañas