Palestinos vão buscar reconhecimento na ONU, anuncia Mahmoud Abbas

Presidente da Autoridade Palestina justificou sua atitude porque o Israel não teria cumprido os termos das negociações de paz, que é mediada pelos Estados Unidos.

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Em um anúncio surpresa, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse nesta terça-feira (1º) que o seu país vai retomar "imediatamente" a tentativa de conquistar o reconhecimento da Organização das Nações Unidas e solicitar o ingresso em 15 agências e convenções internacionais, o que poderá prejudicar as negociações de paz com Israel.

Abbas justificou sua atitude porque o Israel não teria cumprido os termos das negociações de paz, que é mediada pelos Estados Unidos.

As negociações foram retomadas no final de julho e Abbas disse à época que iria suspender as tentativas de se juntar às agências da ONU e que não assinaria tratados internacionais por nove meses.

Por sua vez, o governo de Israel disse que iria libertar 104 prisioneiros palestinos em quatro grupos. No entanto, as autoridades israelenses têm se recusado a liberar a última leva de prisioneiros.

No entanto, Abbas disse ainda que ainda está interessado em negociar os termos de Estado palestino com Israel, dizendo que ele e seus assessores "continuarão os esforços para alcançar uma solução pacífica por meio de negociações".

As autoridades israelenses ainda não comentaram as declarações de Abbas. Fonte: Associated Press.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave