Mesmo com atos racistas, torcida do Cruzeiro vai torcer para Garcilaso

Uma vitória do Garcilaso, aliado a um triunfo da Raposa, vai melhorar e muito as chances de classificação cruzeirenses

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

A torcida do Cruzeiro, assim como comissão técnica, jogadores e diretoria jamais vão esquecer o ato lamentável de racismo contra o volante Tinga cometido pela torcida do Real Garcilaso-PER, na primeira rodada da Copa Libertadores. Porém, as dificuldades encontradas pela equipe celeste para se classificar à próxima fase do torneio sul-americano têm feito a China Azul ficar de olho nos adversários da Raposa e até torcer para os peruanos no duelo de hoje com o Defensor-URU.

Uma vitória do Garcilaso, aliado a um triunfo da Raposa, vai melhorar e muito as chances de classificação cruzeirenses. É isso que motiva a nação estrelada a ficar ligada no jogo desta noite entre peruanos e uruguaios.

“Dá pra torcer para o Garcilaso sim.O clube não tem culpa pelas atitudes da torcida. Hoje eu sou 100% Garcilaso”, declarou o publicitário Ian Lopes, 29, que tem a opinião compartilhada pela esposa, a fisioterapeuta Mariane Lopes, 29. “Dá pra torcer pra eles porque o Cruzeiro tem que se classificar para a próxima fase de qualquer jeito”, afirmou.

O analista de sistemas Helmut Costa, 31, não quer perder de forma alguma a partida desta noite. “Estou torcendo para o Garcilaso. Sou Garcilaso até morrer. A questão é o Cruzeiro se classificar”, disse.

O engenheiro eletricista Guilherme Chediack, 27, condenou o ato de racismo contra o volante Tinga, mas também estará na torcida pelos peruanos. “O que fizeram com o Tinga fora de campo foi lamentável, uma torcida de pessoas ignorantes, que não tem nada na cabeça. Mas dentro de campo, como o Cruzeiro precisa dos pontos, vou torcer para o Garcilaso”, declarou.

A enfermeira Luciana Carvalho Serra, 29, também não vai esquecer o preconceito, mas quer ver o Cruzeiro na próxima fase. “Nada irá fazer a gente esquecer aquilo (o racismo contra o Tinga). Se o Garcilaso ganhar será muito bom porque o Cruzeiro tem que se classificar”, disse a torcedora.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposareal garcilasodefensorlibertadoresfutebolesportecaso tingaironia