Novo modelo pode envolver Judiciário

iG Minas Gerais |

O superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, informou que o projeto prevê ainda a inclusão do Judiciário, Ministério Público de Minas (MPMG) e Defensoria Pública no projeto. Ainda não há data nem formato definido para a inclusão dos órgãos.

No caso do Ministério Público, os promotores de plantão podem ouvir os envolvidos na ocorrência por meio de videoconferência. “Os policiais não precisarão deixar o município deles, o que vai aumentar a segurança dos moradores”, explicou Botelho. O mesmo pode acontecer com os defensores públicos e juízes.

Botelho está tão confiante no novo procedimento, que acredita em sua expansão para outras partes do país. “São Paulo já nos procurou”. (AD)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave