Tema que incomodava Brasil não entrou no texto apresentado

iG Minas Gerais |

A sentença que mais incomodava o Brasil no Sumário para Formuladores de Políticas da segunda parte do novo relatório do IPCC foi retirada do debate antes mesmo de as discussões começarem.

O trecho que dizia com “alto grau de confiança” que “aumentar o cultivo de plantações para bioenergia coloca riscos para ecossistemas e a biodiversidade, apesar de a contribuição da energia de biomassa para a mitigação reduzir os riscos relacionados ao clima” estava na versão preliminar do sumário que foi enviado para os países. E o Brasil já tinha indicado que se manifestaria pela sua retirada.

Segundo um negociador, os próprios autores e coordenadores, ao revisarem o texto antes do início do trabalho, cortaram o trecho. Ele nem foi discutido. Sem ter precisado entrar em embate sobre a questão, a delegação brasileira se deu por satisfeita.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave