Na Maré, ocupação aguarda Exército

iG Minas Gerais |

RIO de janeiro. O chefe de Estado Maior Operacional da PM, Paulo Henrique Moraes, afirmou no início da tarde desta segunda-feira que, ao todo, 300 policias militares estarão diariamente nas comunidades da Maré até que seja feita a transição para o patrulhamento do Exército no próximo fim de semana. Segundo Moraes, policiais do Batalhão de Grande Eventos vão patrulhar as ruas principais e pontos de ônibus nas entradas do complexo de favelas.

Ainda de acordo com Moraes, o Batalhão de Choque ficará responsável pelas favelas da Vila dos Pinheiros, Baixa do Sapateiro, Vila do João e Timbau. O Bope vai patrulhar as comunidades da Nova Holanda e Parque União. Ao mesmo tempo, policiais do Batalhão de Ação com Cães farão buscas em esconderijos de armas e drogas.

Nesta segunda-feira, o clima era de aparente tranquilidade no complexo de favelas. No acessos às comunidades, homens do Exército percorrem de carro as entradas na avenida Brasil, fotografando as vielas. Equipes da Comlurb, Parque e Jardins, Rio Luz e da Secretaria de Conservação fazem a limpeza e prestam assistência à população.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave