Arte e moda se unem na abertura do SP Fashion Week

Animale investiu na ‘desconstrução’ da renda nordestina; top americana Amanda Wellsh veio ao SPFW exclusivamente para o desfile

iG Minas Gerais | Deborah Couto e Silva |

Modelos vestem coleção de verão de João Pimenta
Associated Press
Modelos vestem coleção de verão de João Pimenta

O pavilhão do SPFW edição verão 2015 é uma grande galeria de arte. Com o tema “Paisagem Entrópica”, o Parque Candido Portinari exibe 68 obras de arte como pano de fundo para os desfiles. “A arte sempre inspirou a moda, assim como a fotografia, a música, a dança e a pintura. Queremos criar essa transversalidade”, disse o empresário Paulo Borges, idealizador do evento.

A Animale entrou na passarela tendo a renda renascença como a aposta. A grife investiu em desdobramentos do trabalho nordestino. A silhueta é ajustada ao corpo e sugere uma mulher sexy, que investe pesado no couro supertrabalhado, na seda e na transparência com aspecto plastificado. A renda se apresenta desconstruída, em um trabalho moderno, porém bem brasileiro. Na cartela de cores: tons terrosos em todas as suas variações são pontuados por azul, verde-abacate, amarelo e roxo.

A top americana Amanda Wellsh veio ao SPFW exclusivamente para o desfile. Já a moda masculina de João Pimenta teve o surf como foco. Os muitos tons de azul lembraram o esporte numa alfaiataria contemporânea e tecnológica, cheia de recortes em uma espécie de patchwork gráfico. O que marcou? O comprimento das calças diminuiu.

Leia tudo sobre: modaspfwsão paulo fashion weekdesfileanimale