Time do Botafogo faz novo protesto por atrasos salariais

Presidente do clube, Maurício Assumpção, reconhece a pendência com os atletas, mas alega que não tem como pagar o grupo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O elenco do Botafogo voltou a treinar na tarde desta segunda-feira em preparação para o jogo contra o Unión Española, nesta quarta, pela Copa Libertadores da América. Mas os trabalhos da equipe foram realizados em clima de protesto: antes do treino, os jogadores se sentaram no gramado do campo anexo do Engenhão por cerca de 10 minutos, repetindo o que já haviam feito no sábado.

A reclamação dos jogadores é em virtude de salários atrasados. No domingo, o elenco sequer treinou. O protesto no gramado deverá acontecer novamente no treinamento desta terça-feira, o último antes do jogo desta quarta, às 19h45, no Maracanã.

O presidente do clube, Maurício Assumpção, reconhece a pendência com os atletas, mas alega que não tem como pagar o grupo pelo fato de que toda a receita do clube estar bloqueada em função de dívidas trabalhistas e fiscais.

Devendo salários aos seus jogadores, o Botafogo ocupa atualmente a liderança do Grupo 2 da Copa Libertadores. O time tem sete pontos, logo à frente da Unión Española, vice-líder, com seis. Independiente del Valle e San Lorenzo, com um jogo a mais do que botafoguenses e o time chileno, têm cinco pontos cada um nesta chave.

Leia tudo sobre: futebol nacionalbotafogoatrasosalários