Santos promete identificar invasores de camarote da Vila Belmiro

Clube classificou os torcedores responsáveis pelo ato como "vândalos" e acredita que as câmeras no estádio vão ajudar na identificação das pessoas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O presidente do Santos, Odílio Rodrigues, prometeu nesta segunda-feira identificar os torcedores que tentaram invadir o camarote destinado aos dirigentes do Penapolense no último domingo, na Vila Belmiro, nas semifinais do Campeonato Paulista. Em nota oficial, clube classificou os torcedores responsáveis pelo ato como "vândalos" e acredita que as câmeras no estádio vão ajudar na identificação das pessoas. Assim, vai disponibilizar as imagens para as autoridades.

"O Santos FC repudia e lamenta o ocorrido na partida de ontem, contra o Penapolense, quando vândalos travestidos de torcedores hostilizaram a diretoria do time adversário na área reservada para eles. O clube tem câmeras espalhadas pela Vila Belmiro que captaram as imagens e as mesmas já estão à disposição das autoridades", afirmou o clube, em nota oficial.

Odílio Rodrigues prestou solidariedade aos dirigentes do Penapolense, garantiu que a Vila Belmiro é um estádio seguro e prometeu que o clube vai agir para que esses atos não aconteçam novamente. "É muito triste termos que falar sobre uma atitude desse tipo um dia depois da sexta classificação consecutiva do Santos FC para a final do Paulista. Nós somos os principais interessados em que essas ações não se repitam", disse.

"A Vila Belmiro é um estádio conhecido por ser seguro e familiar e queremos que continue assim. Conversei com o Nilson Moreira e me solidarizei. Nós estamos tomando as providências para coibir e acabar com esses problemas que impedem a festa do futebol ser completa", completou o dirigente.

Com a vitória por 3 a 2 sobre o Penapolense, o Santos assegurou a sua classificação para a final do Campeonato Paulista. O time vai enfrentar o Ituano na decisão, em duas partidas nos próximos dois domingos, ambas no Estádio do Pacaembu.

Leia tudo sobre: santospeixefutebolinvasaoesportecampeonato paulistacamarote