Berti Vogts auxiliará Klinsmann na seleção dos Estados Unidos

Lenda da seleção alemã, Vogts vai ajudar Klinsmann a definir a programação de treinos, além de apresentar relatórios sobre potenciais membros da seleção

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vogts foi técnico de Klinsmann na seleção alemã
Reprodução/Facebook
Vogts foi técnico de Klinsmann na seleção alemã

O ex-técnico e ex-jogador da seleção alemã Berti Vogts foi contratado pelo treinador da seleção dos Estados Unidos, Jürgen Klinsmann, como seu assessor especial, às vésperas da Copa do Mundo. Vogts vai ajudar a definir a programação de treinamentos e apresentará relatórios sobre potenciais membros da seleção. Ele também irá servir como um observador dos adversários que a equipe norte-americana terá de enfrentar no Mundial.

"Ele trará toda uma riqueza de conhecimento e experiência como jogador e treinador, e sabe o que é preciso para ter sucesso ao mais alto nível", disse Klinsmann em um comunicado. "Obviamente, ele está muito familiarizado com nossos rivais na fase de grupos do torneio. Para nós, isso é uma tremenda qualidade adicional".

A informação foi confirmada pela Federação Norte-Americana de Futebol. Além disso, o treinador da seleção Sub-20 dos Estados Unidos, Tab Ramos, vai se incorporar à comissão técnica da equipe principal.

Vogts, de 67 anos, foi zagueiro da seleção da Alemanha Ocidental que foi campeã mundial em 1974 e disputou 95 partidas pela equipe. Ele também dirigiu a seleção entre 1990 e 1998, conquistando a Eurocopa em 1996, com Klinsmann sendo um dos principais jogadores da equipe.

Na Alemanha, Vogts também dirigiu o Bayer Leverkusen. Ele também esteve à frente das seleções do Kuwait (2001-02), Escócia (2002-04), Nigéria (2007-08) e Azerbaijão (desde 2008). Apesar de assumir a função na seleção norte-americana, Vogts permanecerá no comando do Azerbaijão.

Os Estados Unidos foi sorteado para o Grupo G da Copa do Mundo e vai estrear contra Gana, em 16 de junho, em Natal. Os outros adversários serão Portugal, no dia 22, em Manaus, e a Alemanha, no dia 26, no Recife.