Crise entre Massa e Bottas já foi superada, diz Williams

Faltando quatro voltas para o fim do GP da Malásia, o brasileiro ouviu pelo rádio ordens da equipe para deixar o finlandês ultrapassá-lo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A precoce crise entre Felipe Massa e Valtteri Bottas na Williams já foi superada, afirmou o engenheiro-chefe Rod Nelson, nesta segunda-feira. De acordo com Nelson, os dois pilotos se reuniram com a direção da equipe na noite de domingo e resolveram o atrito ocorrido durante o GP da Malásia de Fórmula 1.

"Nós sentamos à noite com ambos os pilotos para conversar sobre o que aconteceu aqui na Malásia. E eles compreenderam a posição da equipe e por que foram direcionados a fazer o que pedimos, que era a melhor estratégia para a equipe, permitindo a cada piloto atacar [Jenson] Button individualmente", disse Nelson à Autosport.

Massa e Bottas fizeram o primeiro duelo dentro da Williams na corrida desse domingo. Faltando quatro voltas para o fim do GP, o brasileiro ouviu pelo rádio ordens da equipe para deixar o finlandês ultrapassá-lo, após ter frustrada sua tentativa de passar Button. Massa era o 7º e Bottas, o 8º.

O brasileiro, contudo, ignorou a repetida ordem e sustentou sua posição até a bandeirada, o que irritou Bottas ao fim da prova. O finlandês alegou que obedeceu outra ordem da equipe no início da corrida, quando a Williams o impediu de tentar passar o companheiro. Massa, por sua vez, pediu mais respeito à equipe e disse que tomou a "decisão correta".

O caso lembrou episódio semelhante protagonizado por Massa na Ferrari. No GP da Alemanha de 2010, um engenheiro da equipe italiana dissera para o brasileiro liberar a passagem para o companheiro Fernando Alonso com a já famosa frase "Fernando está mais rápido que você".

Ainda no domingo, Rod Nelson revelou que a Williams daria ordem para os pilotos trocarem novamente de posições caso Bottas não conseguisse passar Button. "Isso já foi resolvido. Agora seguimos adiante. Nosso foco é o GP do Bahrein, no próximo fim de semana", declarou o engenheiro-chefe do time britânico.

Leia tudo sobre: massabottaspassadoepisodioformula 1automobilismogpmalasia