Parceria no garrafão de Assis

iG Minas Gerais |

Os amigos Kesley e Fernandão hoje defendem o Conti Cola
ARQUIVO PESSOAL / REPRODUÇÃO
Os amigos Kesley e Fernandão hoje defendem o Conti Cola

Revelado por uma escolinha de basquete dentro do Morro do Papagaio, Kesley foi visto por um amigo do pai, que o indicou ao Mackenzie. No clube do bairro Santo Antônio, ele jogou por algum tempo antes de ser convidado pelo Ginástico, outro local de formação de atletas.

No último ano de juvenil, uma parceria do Ginástico com Limeira para disputar a Liga de Desenvolvimento de Basquete (LDB) chamou atenção do time de Dracena, no interior paulista, para disputar a segunda divisão estadual.

O bom desempenho como pontuador e reboteiro despertou o interesse da equipe de Bauru, Paschoalotto. Foi lá, em 2013, que ele conquistou o título do LDB, durante sua passagem de dois anos.

A falta de sequência o fez aceitar o convite do amigo Fernandão, que era sua dupla debaixo do garrafão em Bauru. “Ele insistiu falando que eu precisava jogar com mais frequência e que, em Assis, isso aconteceria. Ele é um irmão pra mim, mais um desses que me ajudou a crescer”, revela. Apesar da boa estrutura do time de Bauru, o maior tempo de quadra, fator essencial para o desenvolvimento de um jogador, pesou para sua decisão. (DO)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave